sábado, 22 de agosto de 2015

"Uma semana sobre rodas"

"Uma semana sobre rodas" será o meu diário de bordo (com a devida autorização dos participantes). no instagram do Quadripolaridades como elemento de apoio num campo de férias destinado a pessoas com deficiência.

Serão oito dias num campo de férias residencial com 25 jovens adultos portadores de deficiência motora a empurrar cadeiras de rodas, fazer transferências, ajudar nos banhos e nos penteados e nos make ups (e eu sou tão boa nisso, como bem sabeis!), dinamizar actividades giras e participar numa semana de férias de um grupo top, top!

Não teremos funções de substituição das tarefas que estas pessoas conseguem fazer mas de complemento para as tarefas que necessitam de ... uma perninha! ;)

 Irei com o mámen, a Ana (3 anos acabados de fazer) e a minha amiga MEP  como voluntários e será brutal!

Será uma semana de reencontros, aprendizagens, partilha e crescimento. 

 Acompanham-nos?

aqui)

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Tenho agora sempre comigo um mulatão esperto e sensível

Era uma vez uma miúda que recebeu um smartphone de presente de aniversário e depois com o excitex e porque uma certa amiga lhe decidiu ligar para o stupidphone, cinco segundos após ter aberto o embrulho deixou cair o smartphone e era uma vez um vidro. 

Vai daí a miúda fez uma sondagem entre amigos e leitores e dos mil sítios indicados ou me pediam um valor de reparação mais caro que o próprio telemóvel ou então mandavam-me confiar o telemóvel a uns senhores indianos entre o beco e a esquina da rua não sei quê e a modos que uma pessoa gosta de confiar nos outros mas o telemóvel é novo e já nem em mim confio para segurar nele quanto mais.

Então, finalmente, depois de mil recomendações que os indicavam, consegui arranjar um sítio que me inspira confiança (I mean não-tenho-que-deixar-o-telemovel-novinho-em-folha-numa-loja-refundida-de-indianos-e-rezar-para-que-passadas-24-horas-me-devolvam-o-mesmo-telemóvel) e que não me cobrou o couro, o cabelo e as pontas espigadas e fui parar ao iServices. 

Pelos vistos, há uma série de lojas iServices mas acabei por ir parar à loja da Marina de Cascais que tem SÓ a vista mais bonita do Mundo, ali mesmo, mesmo a piscar o olho ao Farol de Santa Marta. 

Já tinha dado indicação de tooodos os detalhes acerca do modelo de telemóvel (não é um iPhone mas eles arranjam todos os smartphones) e quando cheguei ia matando o empregado de coração quando o senhor se apercebeu que me esquecera de referir um pormenor importante na nossa conversa prévia para que o mesmo pudesse encomendar o vidro: não tinha indicado que o bicho era branco.  

A solução era esperar mais um dia (caramba, tipos rápidos e bons!) para que viesse um novo vidro branco mas eu afiancei que não, que queria um telemóvel mulato e único, a modos que, meia-hora depois de ter esperado num pequeno deck à porta da loja com aquela vista ali estava ele: o meu telemóvel novinho em folha, inteirinho e... multi-racial. 

Eu garanti ao empregado que isto vai virar moda. Ele só se ria. 

Saí de lá feliz e contente com o serviço prestado e com o (inesperado) resultado final. Foram 5 estrelas!  Se foram caguinchas como eu e se se recusarem a confiar o telemóvel em sítios duvidosos espreitem aqui: http://www.iservices.pt/

A modos que agora a questão que se impõe é: eu não preciso de uma capa para o telemóvel. Preciso de um airbag para smartphone. Já inventaram? Já? Já? 

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Venho ao Porto, em média, duas vezes por mês no último ano.

Ninguém- repito: NINGUÉM- me tinha falado na Lionesa.

Mando-vos eu ou vão sozinhas?

Planos a Norte ou como as morconas me baralham tuuudo

Uma pessoa tem uma reunião de trabalho na Maia.
Marido e filha de férias colam-se a irem dar uma voltinha à Invicta.
Acaba a almoçar num sítio espectacular em Leça do Balio.
Sai da reunião e vai beber umas minis em Gulpilhares.
Segue-se piscina em Francelos.
Há planos para jantar picanha não sei onde.
Já não volto hoje para casa.


Ahhh, os planos a Norte são uma coisa tão fixe!

Manicure brasileira corrige o meu português...

- Quer pintar as unhas de que cor?

- Castanho.

- Oi?

- Castanho.

- Não tenho, não!

- Tem, tem: estou aí a ver, pelo menos, dois vernizes castanhos. 

- Ah, minina, maiz esses não são cassstanhos, não: são márrom...

...

...

...