terça-feira, 8 de julho de 2014

Manifesto a favor do regresso dos Bares de Canto

"Se o Nuno Markl ganiu na rádio pelo regresso do Fizz Limão e tumba, a "Olá" fez uma vénia e resuscitou o famigerado gelado, porque não eu, Pólo Norte Maria, distinta blogger fazer o apelo neste quase famoso blog, pelo regresso dos saudosos bares de canto?".
Foi esta a ideia que me surgiu à mesa com um grupo de pessoas, depois de constatarmos que as nossas IKEA homes, lindinhas e minimalistas, não possuem esta alegórica e saudosa peça de decoração.
Ora bem, é bom ir jantar a casa dos amigos, não é? Apesar de ultimamente as ementas não variarem muito de receitas tiradas do Livro Base da Bimby, é bom lambuzarmo-nos com a lasanha ou o bacalhau espiritual, bebermos o vinho tinto (que apenas aos 30 anos aprendemos a apreciar em vez de o misturar na sangria), bebemos o cafézito de sabores da NesClooney e... E? E... nada!
Damos conta da falta que nos faz o anfitrião dirigir-se ao bar de canto da sua casa, tal Tom Cruise ressabiado no "Cocktail", e atrás do balconito nos perguntar o que bebemos para digestivo. E não, não nos venham com coisas, que trazer a garrafa de whisky ou de cognac ou o bela da garrafita de vinho do Porto para a mesa não tem o mesmo encanto. Não é o mesmo frisson!
Nós somos pelo regresso dos bares de canto! De preferência de madeira escura, com o balcão com almofadas de palhinha, dois bancos altos do lado de fora, num canto com uma garrafa do menino belga a fazer chichi, copos clubísticos pendurados em ganchos mesmo ao pé das luzes de disco night, porta-chaves a enfeitar, miniaturas de garrafas cheias de pós no expositor espelhado (muito importante o espelho!) e o anfitrião no seu role-play de barman.
Somos pelo direito de ser barmen ou barmaid na nossa própria casa, mas com a dignidade de quem tem um balcão (mesmo que seja d' "O Vassoureiro") para interpretar à séria o papel. Somos pelo direito de sermos escanções de algibeira! Somos pelo direito de ter um shaker e acessórios extra! Somos pelo direito de ter conjuntos de termómetros e coisas para os vinhos que não sabemos usar mas que parecem lindamente expostas! 
Abaixo os carrinhos de chá modernos que vieram substituir os bares de canto! Abaixo as garrafeiras do IKEA em que as garrafas em vez de expostas estão subvalorizadamente penduradas! Abaixo cada um servir-se do seu whisky! Quero ter em cada amigo um barman! Voltem, bares de canto, que estão perdoados...
    
Pim! Pam! Pum!

21 comentários:

Manuela disse...

Oh Pólo Norte Maria, a menina lembra-se de cada coisa?!

flor disse...

Pois que certamente ainda haverá as sobreviventes lojas de móveis que ainda devem vender alguns restos de colecção e com um pouco de sorte trazes um mais baratinho em pinho mel ripado ;)

Tulipa Negra disse...

Eu acho que lá pela arrecadação dos meus pais ainda anda um bar de canto, mas em branco. Agora que estão na moda os móveis brancos, até é mais modernaço e tudo. Se houver interessados... :)

Prezado disse...

Muito bom.

...Quando encontrei a primeira casa onde vivi, o dono tinha um bar gigante no canto da sala, que era decorado ao estilo chalet-minhoto. Era em madeira escura, com espelhinhos, tinha a garrafa com o menino a fazer xixi, tinha 3 bancos, e para coroar esta magnificência, um telhado com telhas de meia cana. Um mimo. Até me arrepiei quando vi aquilo.

Celeste disse...

podia tentar convencer a minha mãe a vender-te o dela :p mas ela adooora o bar dela :)
É em madeira escura, tem dois bancos, é espelhado e também tem a garrafa do menino a fazer xixi... se a oferta for boa... hihihi :p

Jibóia Cega disse...

Eu apoio! Mas só se houver Vat 69.

La Coconut disse...

Há um amigo do meu pai que ainda tem um, é o máximo, ahahah.

Gata Preta disse...

Aluga-se Bar de Canto: tem a volta de 26 anos, meia dúzia de garrafas da JB e não é meu... mas acho que ele está ali há tanto tempo que ninguém ia dar pla sua falta. E sim, madeira escura. "Fórmica"- material muita, muita, muita, mas muita bom! De qualidade!
Lol...
Ah Polo, só tu para te lembrares destas pérolas... :))

Ela disse...

Meu pai tinha um, no vão da escada. Era tão fixe! com luzes e garrafas pequenitas que a minha prima e eu bebíamos às escondidas e misturávamos água para o barman-papá não dar por nada. Claro que fomos descobertas, mas isto são outros 500s. estou contigo nos bares de canto.

Trouble Loves Company disse...

O vassoureiro tem site, ahahah.
Não foi mencionada a colecção (agora 'coleção') de copos com senhoras desnudas e peludas à anos 80. Ou anos 1980 do século XX, como se diz agora.

Marina

Anónimo disse...

Se fizerem uma página no Facebook, eu adiro.

Maria Eva disse...

Tou contigo.
Que voltem os bares de canto!

Tulipa Negra disse...

Já que estamos numa onda de nostalgia, lembrei-me de outra pérola: o quadro do Menino da Lágrima. Ah, e o de Jesus Cristo com o coração iluminado também era muito bonito! São só ideias...

Miss Mags disse...

Hoje está uma inspiração forte aqui por estes lados,e posso dizer que na casa de uma amiga minha ainda há um bar desses e o que nós nos divertimos lá! ;)

talk_on_corners disse...

Cara Pólo Norte:
A ler o seu post, e a lembrar-me que, na sexta-feira passada, fui jantar a casa do vizinho do lado que tem um assim (mas em bom :)). Fica no canto, mas é para o comprido, completo com luzes da Heineken e bola de espelhos e tudo e tudo... Foi o delírio!

Lúcia Almeida disse...

Pólo não podia estar mais de acordo .... Voltem os bares de canto e a dignidade dos nossos chefes de família!

Teresa Pires disse...

Em casa dos meus pais o bar de canto que compraram à mais de 15 anos continua no mesmo sitio, com a descrição que fizeste, excepto a garrafa com o menino (nunca vi tal espécie) e em vez de 2 bancos só temos um almofadado!

Se quiseres podes sempre ir até lá e fazerem de barmaid :)

Cantinho da Bê disse...

Há um, pavoroso, na casa dos meus sogros. Pago-te para ires lá buscá-lo :P

Patita Lopes disse...

Os meus pais têm um há 20 anos... com os bancos altos almofadados. Mas ninguém serve nada porque é o sítio onde (tentamos) arrumar os brinquedos que a minha filha tem nos avós! Está portanto um pouco inacessível, mas as garrafinhas dos clubes estão lá, os copinhos com pé pendurados também só não está a garrafa do menino mas está uma de 3l de whisky.!

Vera disse...

Em casa dos meus pais há um exemplar desses. Espelhado. E mantém as garrafinhas todas e miniaturas de casamentos e batizados. E serve de arrumação para aquecedor e tralha diversa. Já tentei que a minha mãe se livrasse dele, mas...ela diz que que a moda vai voltar, tal como voltou a moda da mobília preta que ela substituiu depois de 25 anos e que voltou a ser moda meia duzia de anos depois.

Pinoskinha disse...

Em casa dos meus pais ainda há na sala!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...