quinta-feira, 24 de outubro de 2013

O cabelo cai, cai, o cabelo vai cair...

A propósito do post anterior ontem "bati um papo" com a Vânia. 
A Vânia é portuguesa, de Cascais, andou na mesma escola que eu, a mãe é psicóloga nessa mesma escola, o pai da Vânia é chefe do meu primo Eduardo, frequento regularmente o café dos pais da Vânia (um dos espaços mais giros e míticos de Cascais),  mas nunca nos cruzámos nem nunca ouvimos falar uma da outra até que conheci o seu blog "A minha vida comigo".
A Vânia vive no Brasil, onde lhe foi diagnosticado um cancro da mama aos 31 anos, por altura dos seus primeiros planos de planeamento familiar. A Vânia queria um bebé e a vida deu-lhe um cancro. Eu acho que depois disto a Vânia está preparada para ter uma equipa de futebol: it'll be piece of cake!
Dizia eu que ontem "bati um papo" com a Vânia, muito pequenina quando comparada com ela, a sua valentia e a forma cool com que encara a doença. E daí veio a ideia de estender até Portugal a campanha da Vânia de recolha de lenços para tapar cabeças carecas, assim um pequeno ponto de partida que não vai solucionar o cancro da Vânia nem ser a cura para o cancro da mama: mas pode elevar a auto-estima de muitas mulheres com algo tão simples, afinal. 
Então, chamada quadripolar:

"Envie ou entregue lenços para cobrir cabeças onde o cabelo cai, cai, o cabelo vai cair, para a morada abaixo, em Cascais ou entreguem em mãos e conheçam um dos meus lugares preferidos na minha terra: 

Jardim da Cerveja (a/c da Vânia Castanheira)
Rua Frei Nicolau Oliveira, 28, 2750 Cascais

Quadripolares, bora fazer com que a mãe da Vânia pague excesso de bagagem na próxima visita à filha? ;)


(Visitem o blog da Vânia aqui!)

4 comentários:

Eolo disse...

Querida Polo Norte,

Partilhei esta iniciativa no meu blogue e estou também a partilhá-la no meu emprego.

Vi este post no blog da Vânia e se quiseres algum dia fazer este tipo de workshop para mulheres que combatem esta doença, que infelizmente levou a minha irmã, ofereço os meus serviços como formador e maquilhar.

Fica bem e por aqui continuo a ler-te.

scorpiowoman disse...

Se a barriga não estivesse já tão grande que não me consigo sentar decentemente à máquina de costura (e as "patas" tão inchadas que têm de estar sempre para cima), oferecia-me já para costurar uns quantos lenços, mas podemos fazer assim: Deixa a miúda nascer e depois arranja-se medidas e tecido e saem daqui uns quantos lenços. Vale? Beijinhos grandes, um especial da Maria Clara para a Tia Pólo <3.

cantinho disse...

Vou fazer "uma limpeza" aos lenços que tenho por cá e envio por correio para um familiar que aí vive, ou envio por correio para a morada indicada neste seu post.
Vou partilhar este post no meu blog Sapo.

Beijinho

cantinho disse...

Desculpe, envio para uma das moradas do seu último post.
Esqueci-me que comentei num post datado de outubro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...