sábado, 26 de outubro de 2013

O Deus dos sonhos é mau. O meu inconsciente tem sentido de humor. Ou ambos.

Um ano e quase três meses depois de ter estado grávida e parir (e jurar para nunca mais repetir a dose)  esta noite sonhei, pela primeira vez, que estava grávida.
Diz mámen que tive um sono super agitado, resmunguei e tudo enquanto estava a dormir, lençóis em reboliço, um horror. 

Hoje de manhã contei-lhe do sonho, com os pormenores todos direitinhos: que era uma menina, loira como a Ana mas com os olhos da cor dos meus e que nós a tínhamos baptizado de (silêncio para constatar o significado daquilo que ia dizer)... Bárbara. 

8 comentários:

Carlinha disse...

Teremos novidades a caminho? Não subestimes o poder da mente... ;)

mariana disse...

vê lá se não sonhas com o divórcio litigioso xD

AFMACC disse...

É que eu A D O R A V A mesmo! :):):) Ser TUA filha única deve ser insuportável, ao menos dá a oportunidade á Ana de se rir de TI de VÓS com um/a irmã/ão pá. Pensa menos e f*skjhdfgueg mais tá beinh?!

desabafosemrodape disse...

terá sido da proximididade da mudança da hora? há efeitos inexplicáveis...dizem!

Petra disse...

e as vezes são sonhos tão reais, que nos lembramos de tudo ao pormenor.....

Cristina disse...

Bárbara? Really???

Maria disse...

Ahahahah! Gostei... Its my name :)

Lucente disse...

Isso é a novela Bárbara/Carrilho a infiltrar-se no inconsciente :-)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...