sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Eu, a Tre, a Sónia e o "Mãe Querida"

Foi um dos meus contactos de facebook que postou o vídeo que me levaria à Tre. A história era comovente: uma escritora americana, conhecida blogger e colunista do New York Times engravidara adolescente e dera a sua filha para adopção há 18 anos atrás. Entretanto casara em segundas núpcias e, no ano em que o marido subitamente morreu durante o sono, a filha encontrou-a no facebook e quis retomar o contacto.  Foi numa noite de insónia, há mais ou menos um mês atrás que conheci este enredo, e comecei a googlar coisas sobre a história da Tre e da filha. A curiosidade fez de mim stalker e, de repente, estava a cuscar a página de facebook da Tre e deu-me um espasmo qualquer no dedo e adicionei-a.
Em pânico, enquanto dizia palavrões e procurava o botão de cancelar o pedido de amizade, a Tre aceitou e iniciou uma conversa de chat comigo. Ficámos horas a conversar, numa empatia tão surreal como imediata, quase até o sol nascer.



Eu que achava que, mais que o vídeo, a história da Tre deveria ser contada aos portugueses lembrei-me que alguém a poderia entrevistar para o novo portal "Mãe Querida" de cujo plantel de ilustres autores faço, orgulhosamente, parte. A entrevista não poderia ser feita por mais ninguém senão pela Sónia.
Muitos chats de facebook, uma entrevista por skype, horas da Sónia a editar a entrevista depois (obrigada, cocózinha!) apresento-vos a Tre: aqui.

2 comentários:

Paula disse...

Adorei esta história de enredo tão inesperado!
vidademulheraos40.blogspot.com.

SMS disse...

Cocózinha adorou conhecer a Tre! Obrigada!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...