domingo, 10 de novembro de 2013

Jove, se és macho, tens mais de 30 anos, de 1,70 cm e és viúvo este post é para ti

Foi ontem ao serão com uma amiga cujo nome fiquei proibida de narrar. Trinta e três anos acabados de fazer, gira, esperta e divertida, todas as características que um homem (deveria) aprecia (r) numa mulher. Estado civil: solteira. Ela diz que ainda bem que já não há o campo para o estado civil nos cartões de cidadão porque senão em vez do SOL habitual estaria um ENC. De encalhada, entenda-se.
Dizia eu que a minha amiga é jovem, gira, esperta divertida e solteira. Ou melhor, encalhada.
Dos dois últimos tipos com que se meteu um tinha namorada de longa data e esquecera-se de a avisar do triângulo, que depressa passou a quadrado, quando num encontro casual de trânsito se cruzou com ele e com uma senhora loira na Abrunheira a caminho do motel onde também a levava a ela. Como diria o Sócrates: porreiro, pá. Já o segundo, ex-namorado e supostamente um tipo decente andou a enrolá-la até à altura em que tinham programado uma viagem para a qual arranjou uma desculpa esfarrapada, acabando ela por ir apanhar sol na belezura sozinha. No regrets, que uma tipa aos 33 anos não se chateia por dá cá aquela palha. Não fosse o rapaz postar no facebook fotografias dele próprio a viajar para outras paragens com uma "amiga". Oh, caraças, burro de merda: ao menos que pesquisasse melhor as cenas da privacidade do facecoiso.
Ora, a minha amiga é jovem, gira, esperta divertida e solteira. Ou melhor, encalhada. E tem uma pontaria para homens como eu tenho a jogar ténis. E quer um namorado: não quer pinar, não quer sexo casual, não quer um caso, não quer uma aventura, quer uma relação. Uma relação normal. Não quer um príncipe, quer um tipo decente que esteja no mesmo comprimento de onda.
Eu até acho que arranjar namorado não é assim tão difícil mas ela diz que eu estou fora do mercado há imenso tempo e que não estou bem a ver a miséria franciscana que para aí anda. Entre homens que vivem em casa da mãe aos 40 anos e não fazem intenções de sair, solteirões bon-vivants que querem mais é sexo sem compromisso, separados com traumas que não querem voltar a ter relações sérias nos próximos 50 anos, divorciados com ex-mulheres neuróticas a reboque parece que há pouca escolha. E, excluindo o local de trabalho dela que até tem imensa matéria-prima mas que ela recusa a usar como cenário de procura activa de relação (já se sabe que onde se ganha o pão não se come a carne), a vizinhança que não tem homens livres, a A5 que não potencia encontros de terceiro grau, o ginásio onde ela não vai e as corridas que ela não faz (epá, nem quer maluquinhos das corridas, isso ia ser uma chatice para se integrar cá no grupo da malta que nós gostamos é de comer e beber à fartazana), o cão que ela não tem para passear e cruzar-se com outros donos livres e desimpedidos, as festas de crianças a que ela não vai que poderiam potenciar encontros com pais separados e divorciados de outros meninos, a coisa escasseia.
Por isso, aqui vai o movimento: se tens um amigo solteiro, com mais de 30 anos, altura superior a 1,70 cm e  decente recomenda, por favor, amizade aqui. Eu e ela fazemos a triagem, não se preocupai!
Por outro lado, Jove: se és macho, tens mais de 30 anos, de 1,70 cm e és viúvo (ok, isto sou eu, esqueçam!) esta oportunidade é para ti:


Tipo decente para relação normal (M)


Região Metropolitana de Lisboa
Perfil requerido:
•Estado civil livre e desimpedido (factor obrigatório);
•Sem relações passadas mal resolvidas (preferencial);
•Experiência de mais de 10 anos em funções similares com insucesso comprovado não só por culpa dele;
•Forte know-how de como fazer uma miúda feliz;
•Experiência habitacional fora do agregado familiar de origem;
•Elevado sentido de fidelidade e honestidade;
•Bom sentido de humor;
•Facilidade de sociabilização e relacionamento interpessoal;
•Gosto por viajar, beber uns canecos e fazer desporto só entre os lençõis;
•Ser viúvo e orfão de mãe são factores preferenciais (ok, esta fui eu que acrescentei, esqueçam!)
• Pode trazer brinde de filhos que a malta não se importa (desde que ex-mulher neurótica não incluída no pacote)
•Residente na Região Metropolitana de Lisboa (preferencial)

A nossa cliente oferece:
•Plano de evolução de relação
•Vida social atractiva com forte possibilidade de ter dias mais felizes e mais risonhos na companhia da cliente e suas amigas (entre as quais eu, tá?)

43 comentários:

Pipoco Mais Salgado disse...

Pólo, estará a escapar-me algo, mas procurar homens interessantes nos blogs é mais ou menos como procurar Barca Velha no Lidl...

Pólo Norte disse...

Pipoco, estamos a procurar referências de homens interessantes na imensa network da blogosfera, pá!

Alguma ideia?

C* disse...

Pólo, não se arranja o mesmo favorzinho aqui para a "je"??? Nem tens ideia do quanto é dificil encontrar alguém decente....

Pipoco Mais Salgado disse...

Pólo, a conjugação das palavras "homens interessantes na imensa network da blogosfera" soa surreal. Mas, lá está, você é quem sabe...

Kuski disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Padme Amidala disse...

Ouve, o mesmo problema também se coloca em viuvas mães de 2 filhos, a chegar aos 40 ;-)

Ou são divorciados doidivanas que só querem é lareu, ou quarentões que ainda vivem com a mãe ou ainda aqueles que podem viver cá em casa sem entrar com um tusto :P

Mais vale só que mal acompanhada ;)

Sofia Costa disse...

Sofro do mesmo mal que a tua amiga. Depois conta como correu, pois estou a pensar em recorrer aos teus préstimos.

Janeca disse...

Parecia que a candidata era eu. Portanto se após a triagem houver excedentes, avisem-me que eu também estou interessada =)

Maria

Duarte Esteves disse...

Ó meninas, não fiquem assim.....
Como diria uma amiga minha "os homens interessantes ou estão todos ocupados ou são gays".
Mas na realidade as relações constroem-se. Por vezes o interesse nasce nas pessoas que menos esperamos e que por vezes até nos rodeiam. Eu tenho 37 anos, sou casado e tenho 2 filhos. Não vou dizer que tenho o casamento perfeito, mas o casamento é isso mesmo... altos e baixos, só temos que aprender a lidar com isso.
Uma coisa é verdade, deste casamento nasceram os meus filhos que são o que eu tenho demais valioso nesta vida. Beijinhos para todas e boa sorte.

Simone disse...

Eu também sou uma ENC de 33 anos e os últimos 3 homens por quem me permiti apaixonar (porque a descrença vai sendo cada vez maior) eram comprometidos e nunca acharam importante partilhar essa informação comigo. Ser solteira aos 33 anos, quando aquilo que se procura é uma relação séria, é ter dias em que se pensa que há um problema connosco, mesmo sabendo que não fomos nós que mentimos e manipulámos. É achar que as outras pessoas olham para nós como se tivéssemos uma estrela de Davi no braço, quando na verdade isso está mais na nossa cabeça que na dos outros - se bem que muito boa gente não sabe o que fazer com um solteiro e vêem-nos com os olhinhos de quem vê um doente terminal: um misto de caridadezinha e pena.
Ser solteira aos 33 é passar algum tempo a tentar acreditar que ficar sozinha o resto da vida também não há-de ser assim tão mau! E raramente acreditar nisso.
Mas o que eu queria mesmo dizer é que a tua amiga foi muito simpática quando disse que conhecer um homem interessante nos dias de hoje é difícil porque é muito pior que isso. É deprimente e cansativo. O mundo dos " dates" é uma descida aos infernos, é uma ida à feira das aberrações e dá vontade de desistir. Mas não se pode, temos que continuar a ir ao show dos horrores porque quem sabe não encontramos o Homem Elefante mais encantador de todos os tempos?
O importante é não ficar obcecado com a questão e ficar cego para as maravilhas da vida de solteira, porque também as há. E valorizar a força de carácter necessária para se viver e fazer sozinho o que a maioria faz acompanhado e não se deixar abater com isso.

SN disse...

Tive que confirmar o endereço duas vezes. Pensei que algum hacker arrumadinho tinha atacado este blog ;)

Pólo Norte disse...

SN,

Se bem te lembras fiz o mesmo há três anos atrás com um amigo com frutos interessantes...


Nã tenho pretensões de ser uma love matcher, apenas de usar a minha network para ajudar a desencalhar a minha amiga. ;)

SN disse...

Estava a brincar contigo. E infelizmente só te conheci nos tempos de grávida ;)

Sandra Silva disse...

Esta caixa de comentários serviu, para mim, como uma espécie de reunião de ENCA(ancalhadas anonimas)não estou sozinha nesta "luta"!
Só me faltou começar o comentário, com: Olá eu sou a Sandra tenho 31 anos e estou aqui para partilhar a minha história.
Já vos ouço a dizer em coro: OLÁ SANDRA!) ahahahah Polo, sempre lá! ahahahahah

Conto de Fadas disse...

Eu estou há mais de 5 anos com o melhor do mundo e com menos de 1.70mt... just saying... ;)

Bruxa Mimi disse...

Conheço alguém que cumpre na íntegra alguns dos pontos, mas que me parece ainda mais sério no que pretende de uma relação. Tem 46 anos, mora sozinho, é solteiro, leva uma vida pacata e regrada. Não é de noitadas, nem de copos. É católico praticante. Será demasiado sério para a tua amiga?

cantinho disse...

Pólo Norte, tudo o que aqui escreveu, estou de acordo.
Infelizmente, há muitas mulheres jovens, de 30 e 40 e mais um pouco à frente, as de 50 e 60, que estão ENCALHADAS.
Pergunto-me, e as minha amigas encalhadas também, o que se passa com eles...ou connosco?
Há anos, uma colega, casada, disse-me: "os melhores homens estão dentro de casa".
E é isto.

Ana Sofia Santos disse...

e metade dos homens hoje em dia são gay´s
esta um mundo muito reduzido, as comprometidas não fazem ideia :)

Sissy disse...

E se eu tiver um amigo com 34 anos que preencha os requisito, posso inscreve lo?!?
Beijooooo*****

São João disse...

Para quando o grande "Blind date quadripolar" os candidatos inscrevem-se e depois fazem como na américa vão rodando à conversa de 10 em 10 minutos para ver quem é que se ajeita mais com quem.

Julieta disse...

Sempre ouvi dizer que os homens não se medem aos palmos... o problema se calhar está nos requisitos da procura. Como se a altura trouxesse felicidade a alguém...

Sonia disse...

só tu polo, só tu!!!!!
Eu mulher muito bem casada e mãe de 3 miudos digo que se tivesse de entrar agora no mercado de dates a coisa estava agreste-ou têm cabeça de miudos que querem é borga, ou são gays ou comprometidos-seria cá uma trabalheira e o facto de ter 3 filhos afugentava de certeza algum resistente lol
Boa sorte para a tua amiga e depois po~e-nos a para dos resultados

Rosângela Baptista disse...

Adorei este post. Foi rir à gargalhada do princípio ao fim (não da sua amiga gira, mas do sentido de humor no texto). Como estou casada já lá vão quase 25 anos, não fazia a mais pálida ideia de que a coisa estava tão complicada neste campo. Boa sorte :)

PM disse...

Os gajos bons, como eu, são casados. Os gayz não contam para este assunto.
Logo sobram os viúvos recentes (também, valha a verdade, não há viúvos "antigos) que estão sempre prontos e "entrar noutra", têm experiência de vida e não sabem viver sozinhoz.
Portanto...olho neles.
O resto só servem mesmo (e nem todos) para "dar uma volta".

O Mundo de Farnia disse...

Eu estou livre, eu estou livre! Mas não sou um encalhado, apenas ando à deriva até encontrar porto seguro e fofinho.

Claro que fico logo de pé atrás por parecer que a tua amiga já mandou a toalha ao chão e delega em blogger amiga o trabalho sujo de separar o trigo do joio. Isto quem não sujas as mãos a mexer na massa não tem direito a manjar de brioche com compota...

Cumpro a maior parte dos requisitos e vivo sozinho há uns anitos pelo que não há perigo de ser um parasita doméstico. Por outro lado tenho um grau de independência tal que a sensação de alapamento precoce causa-me logo alguns suores a não ser que sinta logo borboletas no estômago. São tão lindas a esvoaçar por mim a dentro...

Já experimentei o speeddating pelo que se precisarem de especimens para o Blind Date Quadripolar alinho na boa. Não à caça de uma mulher enguia (elefante parece-me mal porque matar os bichos só por causa do marfim é muito errado) mas simplesmente pelo fun.

Se fôr para entrar na locomotiva e ver até onde vai a viagem façam favor de apitar o comboio!

Piiiii piiiii

PS - Ana Sofia, pertenço à metade que gosta muito do apitar do comboio

Mary disse...

ahah encalhada essa bela palavra que por aqui vejo gaguejar nas trombas dos meus amigos com ar de pena aqui da parvinha que ainda pensa na merda da relação que acabou à quase 3meses. Baaah ainda para mais quando os homens que por aí andam se são de jeito estão arrumados se não são também servem para quê? pois...

http://so_risoincognito.blogs.sapo.pt/

Sónia disse...

Encalhada aos 39 ainda é pior :)

Katy Single disse...

Também anda mal para os meus lados, mas pfv afastem de mim esse "O Mundo de Farnia" socorro!!!! ahahahah

Jorg3 disse...

Tanto texto, tantos requisitos e nem uma foto ?
É mais fácil ganhar o Factor X !

marta disse...

Oh Pólo.... eu tenho pelo menos 3 amigos nessas condições e a querer relações sólidas e nada de aventuras k já se fartaram disso..... por aqui escasseiam é raparigas k n sejam doidivanas.... o problema é k estão na zona centro e não em Lx.... k penaaaaa senão promovíamos já a coisa.

Marta

Marta disse...

O Pólo se obtiveres alguns candidatos minimamente decentes manda esperança cá para fora, o mercado está uma miséria, ou são criancinhas, gays, comprometidos, ou só querem é festa
Muito triste ver a raça homem decente em vias de extinção, se soubesse por onde andam os ultimos espécimes, trazia um para casa e tratava-o com muito carinho.

O Mundo de Farnia disse...

Razão número um: estereotipar, ensacar
Razão número dois: negar à partida uma ciência que desconhecem, a inversão ou atalhar as etapas de um relacionamento. Começar um relacionamento nos 30s e 40s não tem nada a ver com os primeiros passos da adolescência e dos 20s
Razão número três: sou muito feliz com as minhas migas e não preciso de gajos sacanas
Razão número quatro: ter uma checklist de requisitos construídos para aniquilar pretendentes
Razão número cinco: "ele deve pensar que eu sou como as outras!" indignadas quando algum gajo mais atrevido faz um avanço para te conhecer melhor
Razão número seis: não tomar iniciativa pronta para lidar com rejeição na aproximação e seguir tentando

A solução? Mudar ou envelhecer mais uns 2 ou 3 anos para ganhar estaleca. Falar na cara o que se escreve em blogs e comentários. Baixar as cortinas e ser genuína, mesmo com estranhos. Eventualmente se há-de chegar algures nem que a uma forma melhor de estar, à deriva em vez de encalhada.

Ophelia disse...

Parece que ainda somos algumas... Realmente o mercado está fraquinho, muito fraquinho.
Um desperdício! :p

Maria Chervisqueira disse...

Oh pah, oh Pólo, conheces pessoalmente o Pulha? O que dizes? Esse é que a avaliar pelo blog é um número certo para muito boa mocinha, eu incluída. Como diria a outra: "A menina gosta, a menina quer!"

Maria Chervisqueira disse...

Oh pah, oh Pólo, conheces pessoalmente o Pulha? O que dizes? Esse é que a avaliar pelo blog é um número certo para muito boa mocinha, eu incluída. Como diria a outra: "A menina gosta, a menina quer!"

cantinho disse...


Estará a solução das Europeias, aqui?

http://www.noticiasaominuto.com/tech/129428/dia-dos-solteiros-bate-recorde-de-vendas-na-internet#.UoEHnMSp200

Diogo R disse...

Pick me!

Diogo R disse...

pick me

Pólo Norte disse...

Diogo,


Tu só gostas de babydolls com 40 Kg, pá...

Diogo R disse...

Onde leste isso?!

in a little while disse...

Querida Polo,

Sou fiel leitora do quadripolaridades há meses e meses e é um blog que acho muita graça, tanto pela partilha das suas histórias, como pela forma despretensiosa como as conta :)
Quando vi esta espécie de "match maker" lembrei-me logo do meu colega "Mundo de Farnia" e não o inscrevi porque achei que ele deveria ser ele a avaliar a situação e decidir se queria ou não participar.
Depois da insistência no escritório (acho que na pequena equipa que somos, todos fomos dizendo piadas fazendo o forcing para a sua participação) ele elaborou o texto - e posso dizer que pior que o primeiro texto que escreveu ele não consegue (ihihih) - e ficámos à espera de qualquer resposta da sua parte... até que desanimamos porque não houve qualquer resposta :(((

Sofia

Cv disse...

Yeh Yeh Yeh "O Mundo de Farnia" é que é. Coisa maas linda das colegas.

anabela disse...

OMG e eu a pensar que ainda havia esperança para mim, Ora se aos 33 é o que se vê... imaginai agora, 51 anos assim a modo que gira e fresca e alérgica a lapas inúteis... olhem vou ali beber um shot de 605 forte.
Anabela O.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...