quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Comove-me a miséria humana

Fico sempre muito sensibilizada quando vejo fotografias normais, sem pinga de arte, banais, desenxabidas, sem nada de especial, sem gente incluída, de coisas comuns, tipo um prato de cozido à portuguesa ou uma cadeira na sala de espera de um hospital, com brutas marcas de água com os títulos dos berlogues.

Eu, então, pago para ninguém me identificar como autora das fotografias que tiro. É isso e montagens em paintbrush.

1 comentário:

Ana Sofia Santos disse...

e eu ainda estou a espera que alguém roube uma minha, para ir lá elogiar a pessoa, damnnn

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...