terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Pinheirinho, pinheiro, de ramos verdinhos

... cruzei-me com um pai Natal magro no Cascaishopping, com um de óculos no Fórum Sintra, com um obeso na rua, com figuras de uns 534 pais Natais enforcados nas varandas dos prédios e não sei como introduzir no espírito natalício da miúda a figura de um Pai Natal multi-clonado. 

Multi-mal-clonado, ainda por cima. 

2 comentários:

Di disse...

Ainda arriscava uma explicação para as cópias dos centros comerciais... Os enforcados é que me tramavam!

SN disse...

Muito fácil. Esses pais natal são a fingir. O pai natal verdadeiro está a trabalhar arduamente nos presentes que vai distribuir na noite de natal... Durante o sono dos meninos.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...