quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Aguenta-se?

"Missa de sétimo dia do marido de uma amiga. Num lado todos os colegas do falecido, trabalhadores num banco, engravatadas e com ar sério. Altas patentes do banco, senhores cinquentões,gel a pxar para trás os cabelos grisalhos, lencinho nas lapelas, blazers com bom corte. No outro as colegas da viúva, trabalhadoras da área social, gente com rastas, tererés bafientos e roupas da Desigual.

Oiço a beata brasileira à minha frente a comentar com uma amiga:

"Nóssa, isso hoje é a brigada do reumático para um lado e a brigada do borboto para o outra"

...

...

...

4 comentários:

Ana C disse...

E não é que a mim me acontece sempre isso! Não é por mal, mas em funerais há sempre qualquer coisa para me dar vontade de rir. Não sei explicar.

Inês disse...

São os copos, uns em cima dos outros... Coupling (http://www.imdb.com/title/tt0237123/)

Teresa Chambino disse...

Já "enterrei" um marido, e até no funeral dele, no meio da minha dor,me desmanchei a rir, com uma cena caricata. É verdade, há sempre algo que nos faz rir

Leididi disse...

Adoro borboto em vez de freak <3 tenho um amigo de braga que tb diz.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...