quarta-feira, 5 de março de 2014

É exactamente assim que quero educar a Ana



<3

10 comentários:

Fernando Marques disse...

O exemplo é bonito, lindo. Mas não acho que devas educar a tua filha com base nisto. Dá-lhe o teu amor, dá-lhe o teu tesouro que é tudo o que és e aquilo de que és feita. por vezes assusta, por vezes não sabemos como fazer e o medo de fracassar ultrapassa-nos. Faz se fizeres com amor, mesmo que cometas erros, sim porque ninguem é perfeito, com certeza que serás a melhor mãe do mundo. Somos todos iguais, mas somos todos diferentes na essência, e é essa tua essência que lhe tens que passar, auilo que és e os valores que tens, não os dos outros ou o exemplo dos outros. Já sei, é preciso coragem para educar, mas é isso que faz a diferença, beijinjo e tudo de bom. Tenho a certeza que atingirás teus objectivos e terás uma filha feliz

Maria L. disse...

Este video e um abre olhos para muita gente, pelo assunto que aborda assim como o facto de uma crianca de 3 anos ter voz, perceber o que se passa a volta dela, pensar sobre e tomar decisoes. Que se pare de tratar criancas pequenas como seres que nao sabem tomar decisoes.

Nada disse...

Uma lição de vida por alguém tão pequenino <3

Fio A Pavio disse...

Simplesmente genial <3

K disse...

Obrigada! (não são precisas mais palavras)

mikasha disse...

Não vi o vídeo até ao fim, mas creio ter percebido a intenção.
Eu não quero educar a minha filha assim. Ou, pelo menos, não quero que ela - com 3 anos - carregue o peso do mundo nos seus sonhos já perturbados por meninas que não têm mamã (uma amiga perdeu a mae).
Percebo a intenção, o desejo de contribuir para um mundo mais sensível, em que as crianças não são tratadas como seres acéfalos ou figurinhas principais de um mundo demasiado disneyzado.
Mas carregar o peso do mundo? Não.

apresento isto disse...

Também planeio educar as minhas com recurso a gajo de barbas e tatuagens.

Ana Ricardo disse...

Oh, que linda! <3

Portuguesinha disse...

Há algo de estranho neste vídeo, que se percebe na realização e edição. Este video tem uma linguagem propagandista incomodativa. Parece ter sido feito pelo staff de um candidato à presidência... americana. Não entendi para quê tanta publicidade ao salão, por exemplo. Quando se tem um acto de generosidade este é para ser relatado, não aproveitado e publicitado. Pelo que existe algo estranho e perturbador. Falta perceber se o salão desempenha um papel na acção e daí a excessiva divulgação ou se apenas tudo não passa de uma PROMO. Nos EUA fazem de tudo para promover uma criança naqueles concursos de beleza infantil. São muito exigentes com elas, como se fossem adultas e uma das vertentes é a consciencialização para os problemas do mundo. Pelo que essas crianças são submetidas a demandas terríveis para serem as melhores.

Concordo com quem diz que uma criança não deve ser educada para carregar o peso do mundo - até porque creio que trata-se de uma fabricação.

Concordo mais ainda e tomara que se perceba de uma vez por toda que uma criança não deve ser tratada como uma incapaz porque não o é. Quanto à Disneylização das mesmas, é uma verdade. E eu ponho em causa se este vídeo não é uma extensão dessa mesma disneylização. Afinal a criança está a ser conduzida magistralmente para ser uma heroína. Uma «cinderela».

Agora outro ponto: soube recentemente que em Portugal pode-se doar cabelo ao IPO. Pensei em doar o meu mas já não sou menina e meu cabelo se calhar não é farto e adequado pelo que antes teria de ter a confirmação que seria de utilidade para alguém caso contrário envia-se lixo.

Quem sabe não é uma acção que contemples? Só tens de ter cabelo virgem, em bom estado (sem pontas espigadas) e regular. De preferencia com um mínimo de cerca de 30cm para doar. Informa-te que eu já não recordo bem.

Bj

Portuguesinha disse...

Há algo de estranho neste vídeo, que se percebe na realização e edição. Este video tem uma linguagem propagandista incomodativa. Parece ter sido feito pelo staff de um candidato à presidência... americana. Não entendi para quê tanta publicidade ao salão, por exemplo. Quando se tem um acto de generosidade este é para ser relatado, não aproveitado e publicitado. Pelo que existe algo estranho e perturbador. Falta perceber se o salão desempenha um papel na acção e daí a excessiva divulgação ou se apenas tudo não passa de uma PROMO. Nos EUA fazem de tudo para promover uma criança naqueles concursos de beleza infantil. São muito exigentes com elas, como se fossem adultas e uma das vertentes é a consciencialização para os problemas do mundo. Pelo que essas crianças são submetidas a demandas terríveis para serem as melhores.

Concordo com quem diz que uma criança não deve ser educada para carregar o peso do mundo - até porque creio que trata-se de uma fabricação.

Concordo mais ainda e tomara que se perceba de uma vez por toda que uma criança não deve ser tratada como uma incapaz porque não o é. Quanto à Disneylização das mesmas, é uma verdade. E eu ponho em causa se este vídeo não é uma extensão dessa mesma disneylização. Afinal a criança está a ser conduzida magistralmente para ser uma heroína. Uma «cinderela».

Agora outro ponto: soube recentemente que em Portugal pode-se doar cabelo ao IPO. Pensei em doar o meu mas já não sou menina e meu cabelo se calhar não é farto e adequado pelo que antes teria de ter a confirmação que seria de utilidade para alguém caso contrário envia-se lixo.

Quem sabe não é uma acção que contemples? Só tens de ter cabelo virgem, em bom estado (sem pontas espigadas) e regular. De preferencia com um mínimo de cerca de 30cm para doar. Informa-te que eu já não recordo bem.

Bj

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...