domingo, 16 de março de 2014

Sobre o chumbo da lei da co-adopção só um apontamento

Este:


Não tive duas mães nem nada disso: tinha a minha mãe e tive uma série de "tias"... Tendo em conta que isto se passou desde há 41 anos para cá, e que eu saí de casa para fundar a minha própria família há 21 anos, se ainda hoje era complicado explicar porque vivia eu com duas mulheres, há 40 anos devia ser um terror. 
Mas, olha, vai-se a ver e cresci e parece que até sou boa pessoa.
Incrivelmente não sou lésbica -não por convicção, mas porque não conheci nenhuma mulher que me encantasse- tenho 5 filhos (esta é a terceira) e é claro que sou plenamente a favor da co-adopção e da adopção por casais do mesmo sexo. 
Este chumbo na Assembleia foi mais uma daquelas aberrações nacionais que só me dá náuseas e vontade de pegar nos 5 putos e fugir daqui para fora.
Mas que mania tem esta gente de misturar o que cada um faz na intimidade da sua cama com tudo resto!"



2 comentários:

Ana disse...

Viver com duas pessoas do mesmo sexo..."corror" ...é preferivel estarem institucionalizadas...mais um nº numa casa sem ligações afectivas...e falo porque sei do que falo, estive um ano numa instituição quando era criança, era o nº 48 ( não nos tratavam pelo nome) e ainda hoje recordo aquilo como tendo vivido um ano num enorme pesadelo...e não nos tratavam fisicamente "mal" mas os traumas psicológicos nunca mais desaparecem, se tivesse sido mais do que um ano não seria a pessoa que sou hoje...certamente não!
País de hipócritas...

Psyche disse...

:) atrasada mas sempre a tempo...acho :P

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...