sábado, 26 de abril de 2014

Como estava lindo o Príncipe Real

Ontem gozámos o preço da liberdade em família. 
O Príncipe Real estava lindo: uma feira urbana gira, gira no jardim (e sem bijutarias feias com cápsulas de Nespresso que já ninguém aguenta...), novos conceitos originais, gente com ideias na rua, a motoreta da minha amiga Vera a vender os melhores pastéis de nata do Mundo (assumo que são melhores que os de uma pastelaria de S. Martinho do Porto, que estavam no número um do meu pódio de pastéis de nata há anos*), sol na capital, pessoas bonitas de cravos nas mãos. 
Ontem, fui invadida por uma paz imensa, uma paz de sol e flores encarnadas, olhos fechados, a sentir o calor na cara, a gozar o sabor de nata e sorrisos, porque há muita gente que aprendeu, como eu, que a felicidade está em olhar em redor e não ter medo de dizer que lindo que estava ontem o Príncipe Real. 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...