sábado, 26 de abril de 2014

É mais ou menos isto?

Aquilo do "The Colour Run" é tipo paintball mas em versão com as borregas a dar a dar e sem a parte bélica (que é a única gira) da coisa?

8 comentários:

Teresa Margarida disse...

Eu posso ser um pouco suspeita na minha opinião porque já é o segundo ano em que vou participar, mas para alem do convívio e da diversão, no fim os lucros são entregues a uma instituição de solidariedade da zona, e é uma festa sem restrições. Os meus pequenos de 3 e 5 anos puderam participar com os nos carrinhos de bebé, haviam muitas cadeiras de rodas, portanto, um percurso e uma festa acessível a todos, e com uma finalidade;)

Carta Perdida disse...

Basicamente é giro (eu nunca participei) porque os senhores que mandam as cores têm mascáras e as pessoas que estão a correr e levam com a tinta não... Não sei o que isso quer dizer... Mas de resto tenho a certeza que é super divertido!

Teresa I. disse...

Claro que não é o mesmo. Na color run tens a magnífica possibilidade de inalar uns pós, que deve fazer muito bem à saúde.

Maria João disse...

Carta Perdida, se nunca participou como pode falar do que desconhece? Este sábado realizou-se a Colour Run de Coimbra, a 1ª em Portugal deste ano. Lá estive, não a correr, mas do outro lado ;)

Não são só os participantes que ficam pintados. Voluntários, organizadores, coordenadores, pessoal do staff...também ficam(os), é esse o espírito!

E sabe(m) uma coisa? Participaram, este sábado, 12 mil pessoas. Com chuva e algum frio. 12 mil, já viu o quão fantástico é?

Esteja atenta e participe na próxima que houver. Vai sentir a animação, a alegria, o convívio e a descoberta de cores que nem sabia que existiam. Deixe-se contagiar e durante umas horas permita-se ser mais leve, mais livre e um bocadinho mais feliz :)

Tracey disse...

podia ser melhor se a organização fosse mais cuidada... eu participei num dos primeiros eventos, no parque das nações, e comecei por gostar, até que o pó me começou a incomodar um bocado e tive pena de não ter aceite um lenço para a boca que umas meninas promotoras de um operador de TV estavam a oferecer na partida... é muito divertido, mas uma das pessoas que foi comigo sentiu-se mal durante o 'color blast', a altura em que todos os participantes lançam os seus saquinhos de cor ao ar. o pó em si não faz mal porque é feito de amido, mas para quem tem problemas de alergias/respiratórios, pode fazer alguma confusão ;)
anyway, se não fosse tão caro, iria de novo :)

Infinitiva disse...

Teresa Margarida, apenas uma pequena parte dos lucros serão entregues a instituições de solidariedade, se é que são entregues de todo. O principal objetivo da empresa que organiza da Color Run é ter lucro e não entregar receitas a instituições de caridade.

Carta Perdida, a diferença é que quem corre está exposto ao pó (que é basicamente amido de milho, não é tóxico mas também não é suposto ser a refeição de todos os dias) durante poucos minutos, quem manda as cores está durante várias horas.

Eu participei uma vez como 'corredora' (podes ir a andar, Pólo, que não seja por aí!) e outra como voluntária (pois, o bilhete mais barato custa quase 16 euros e mesmo assim 95% das pessoas que lá estão recebem zero...) e, sobretudo se estiver bom tempo, pode ser muito divertido ;)

Infinitiva disse...

Teresa Margarida, apenas uma pequena parte dos lucros serão entregues a instituições de solidariedade, se é que são entregues de todo. O principal objetivo da empresa que organiza da Color Run é ter lucro e não entregar receitas a instituições de caridade.

Carta Perdida, a diferença é que quem corre está exposto ao pó (que é basicamente amido de milho, não é tóxico mas também não é suposto ser a refeição de todos os dias) durante poucos minutos, quem manda as cores está durante várias horas.

Eu participei uma vez como 'corredora' (podes ir a andar, Pólo, que não seja por aí!) e outra como voluntária (pois, o bilhete mais barato custa quase 16 euros e mesmo assim 95% das pessoas que lá estão recebem zero...) e, sobretudo se estiver bom tempo, pode ser muito divertido ;)

Teresa Margarida disse...

Infinitiva, aqui em Braga posso confirmar que uma parte dos lucros foram entregues a uma instituição de solidariedade social. Obviamente que não entregaram 100% dos lucros, mas isso é lógico. De qualquer das formas, nem que fosse 1€...para mim o que conta é a vontade de dar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...