terça-feira, 1 de julho de 2014

Sobre o vídeo que circula na internet filmado dentro da igreja onde ocorreu o velório do filho da Judite de Sousa

"Certa vez, um escorpião aproximou-se de um sapo que estava na beira de um rio.
O escorpião fez-lhe um pedido:
- Sapo, podes carregar-me até à outra margem deste rio tão largo?
O sapo respondeu:
- Só se eu fosse tolo! Vais-me picar, vou ficar paralizado e vou-me afundar.
O escorpião retorquiu: - Isso é ridículo! Se eu te picasse, ambos afundaríamos.
Confiando na lógica do escorpião, o sapo concordou e levou o escorpião nas costas, enquanto nadava para atravessar o rio. No meio do rio, o escorpião cravou o seu ferrão no sapo. Atingido pelo veneno, e já começando a afundar-se, o sapo voltou-se para o escorpião e perguntou: 
- Porquê? Porquê? 
E o escorpião respondeu: 
- Porque sou um escorpião e essa é a minha natureza."

5 comentários:

Lu Kerr disse...

Não sabia dessa barbaridade. Até onde irá a mesquinhez e a falta de amor e respeito pela dor do próximo...

Panda disse...

Mas que analogia bem escolhida.
Ela bem pediu respeito e privacidade, só que pediu às mesmas pessoas que sob a orientação dela, e não só, estão habituados a ganhar a vida com voyeurismo e desgraça alheia.

agridoce disse...

vídeo de quê?
sem comentários...

Tio do Algarve disse...

É um despudor tal que é inqualificável, mas a tua comparação está soberba!

macaca grava-por-cima disse...

não abri, precisamente por respeito... nojo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...