terça-feira, 23 de setembro de 2014

Gostava de ser fofa

Gostava de ser fofa. De não acordar mal disposta de manhã. Intratável. De não dizer palavrões e não revirar os olhos quando vejo gente "dahhh". De não fazer silêncios de desprezo quando me cruzo com gente tonta. De achar que as pessoas são todas válidas ao invés de bater de frente com todos os anormais do Mundo. De cantar no trânsito em vez de praguejar. De ser Floribela sem saias à Xana toc, toc, olhai Líria as flautas dos pastores, que feliz e bucólica, adoro flores e plantinhas ao invés de me morrer tudo no parapeito da janela, nem os cactos me escapam, De dizer "kida" e "'miga" sem me sentir uma nail designer da Bobadela. De sentir "miguices" e "kidices" mesmo, o bates forte cá dentro, assim bem fundo. De não revirar os olhos tantas vezes por dia. Gostava, sim, de ser fofa, "kida", e "'miga". De comer bolachas de água e sal devagarinho, partindo bolachinha a bolachinha com as manitas, pequenos pedaços, lentamente e saboreando cada bocado como se estivesse muito satisfeita e enfartada. De dizer olá aos meses do ano nos meus status de facebook. Mas escrevê-lo de forma sentida. De ter aquele ar de quem nunca dá puns e de quem nunca fez cocó de esguicho. De estar sempre penteadinha e quando os cabelos me vêm para a frente das fuças, perdão, do rosto, não os prender no cucuruto com um lápis que tenha à mão mas antes com travessa bonitinhas cor de carcaça de tartaruga. De ter verniz impecável e ter a mala sempre muito organizadinha, sem lixo em barda e papéis e bilehetes e senhas de espera e o diabo a quatro. De chorar, de ficar "sentida" em vez de colérica. De não beber coca-cola e não ter passado metade da minha adolescência a treinar a técnica de dizer o abecedário em versão arrotos. De correr e de gostar de correr e de ficar muito frustrada quando não corro porque me faz bem ao corpo e ao espírito ao invés de preferir alimentar corpo e alma com alcóol e amigos à mistura. E música alta. De ser delicada. Gostava muito de ser delicada. De ter sempre lencinhos de papel na mala. De ter sempre os sapatos engraxados. E de anotar todos os meus compromissos numa agenda sempre em dia ao invés das minhas que só são escritas na primeira semana do ano. De acordar antes do despertador. De comer um happy meal  quando vou ao Mac porque"ai-pá-não-consigo-comer-mais-que-fico-mal-disposta". E do hamburguer do happy meal ser natura. De achar os postais pintados com a boca genuinamente bonitos. De cumprimentar as pessoas com um beijinho discreto ao invés de abraços bonacheirões. De falar baixinho e pausadamente. De rir com graciosidade, timidamente, às vezes tapando a boca com a manita. De saber sorrir sem, automaticamente, escarrapachar a cremalheira. Gostava de saber fazer género. Gostava de ser fofa. 

(Fofas que me lêem: sois mais felizes, não sois?)

(Ah, esperem, as fofas não lêem o Quadripolaridades, é verdade!)

25 comentários:

B. disse...

aiputaquepariu! Ri muitomuimuito! De todas as vezes que li "manita" soltou-se-me um ronco! Obrigada. cabemquistomesoube!

Vanda Guerra disse...

Ora mui bien... Antes de ter lido este teu post... não achava que fosse uma fofa... achava-me normal, bem disposta e entusiasta mas normal... já depois de o ler... bem... que arrepio na espinha... identifico-me em cerca de 80% dessas "babosices" todas... serei fofa?! Ai credo! É que então no fim colocas... as fofas não leem o blog... eu leio!! Se ser fofa é acordar com toda a energia e boa disposição de manha, ir ao mac e comer um happy meal...de chamar todos de lindas e pipocas e fofos e fofas, de dar abracinhos e beijinhos, de achar que todos têm o seu lado bom...e sim, também tenho uma agenda e uma carteira muito organizadinhos... sou assim... entendo que isso cause estranhesa a muita gente... mas também me custa perceber como podemos não estar bem dispostos se a vida nos corre bem... :) Sim, as fofas, se é que eu me posso considerar uma... adoram ler-te!! E sim, na realidade nao somos assim tao fofas, as vezes nem somos assim tão felizes, mas esta talvez seja a forma de o taparmos... esquecendo os grandes males com pequenas coisas que nos façam felizes... talvez... quem sabe... ou entao deveria estar amarrada num daqueles quartinhos almofadados... ahaha... e sim POlo Norte, no trabalho de manha ninguem me entende, até tenho quem na brincadeira insista que ninguem deve ir a sorrir trabalhar, so porque precisamente... estamos a trabalhar... mas eu sorrio, sorrio sempre, porque esta é a minha forma de interpretar a vida... :) Continuo a adorar ler-te! Espero que nao te importes de ter uma fofa a seguir-te :) Que isso não te estrague a reputação ahaha

Cynthia disse...

Ser fofa é chato e trabalhoso, pá!

Júlia Meireles disse...

daqui a uns anitos espero ficar a saber o que aconteceu depois da miúda ler isto!
Combinado?

M D Roque disse...

Gosto mais de ti assim. ´
Beijinhos, muitos. :)

Cat disse...

lol adorei!
Há dias que penso, "fogo podias ter respondido doutra maneira", realmente se fossemos todas fofas talvez a nossa vida fosse mais facilitada mas cá entre nós... não seria a mesma coisa ;-)

Princesa sem Reino disse...

Mais nada!

Sophie disse...

Eu cá não, gosto de ser assim meio crua!
Na verdade, detestava ser fofa! :P

AnaT disse...

:D

osmimosdamae disse...

ahahah Adorei! Também conheço algumas fofas tontas!

I LOVE ALPRAZOLAM disse...

Aahhahaha da próxima vez que o meu gajo me chamar fofa mando-o para o granda real c@£@lho loooool muito bom!

patrícia disse...

Eu não sou fofa mas não me importo nada com isso. Tem tanta mais piada ser a padeira de aljubarrota do século XXI!

Terapia das palavras... disse...

Ate podias ser, mas nao era a mesma coisa,,e depois nao marcavas a diferença..e eu gosto muito de tudo o que nao normal e politicamente correcto,..olha,,nao sou fofa,,pronto,,é isso!

Té Lima Pires disse...

Eu leio... e há quem me considere fofa... tenho é uma fofice mais agreste às vezes... vá...digamos que é uma fofice... abrutada... sim é isso!!!
Bjinhos repenicados e o camandro!

Milú disse...

Revi-me por completo. E mais: gostava de ser aquelas mães fofas sem comida agarrada à roupa e ao cabelo, com a miúda sempre com um ar mimoso e que não me tentasse comer os laçarotes, e as molas...vá, e os elásticos também. E com um pouco de sorte que não imitasse gatos assanhados ou se largasse às gargalhadas quando vê fofas.
Tânia

Ana disse...

Eu não sou "fofa", mas também não tiro praZer de ver esfolar gatinhos. Também reviro os olhos com os posts coloridos do facebook e as kiduxas desta vida dao-me vontade de vomitar, com as suas roupas impecavelmente engomadas e combinadas. Gostava de saber combinar roupa em tons pastel e de falar apenas assuntos de "senhora". Fico militante do aborto de cada vê que vejo saltos de agulha na calçada portuguesa ou na mesa da frente de uma sala de aulas. Acho-te genuína e gosto do olhar crítico com que descreves tudo à tua volta. Continua a ser grumpy ursa que o povo aqui do tasco gosta disso!

Pesadelo Cor-de-Rosa disse...

Uau essa é a descrição perfeita da minha pessoa!
Vá menos a parte de chorar, que eu sou grande chorona, mas preferia de longe ficar colérica.

Texto fantástico como sempre!

Um beijinho fofa kida (eheheh)

Ana Margarida disse...

Agora revi-me. Como eu também gostava de ser fofa. Poderia ter sido eu a escrever este texto. Obrigada por me fazeres ver que existem mais pessoas como eu.

cs disse...

Desde que vi a peça "Vamos lá perceber as mulheres" da Marta Gautier, em que ela diz que as fofas da escola eram todas umas "cabras", que eu e as minhas amigas brincamos com o tema. Opá, chama-me tudo, mas fofa é que não! :)

Camio disse...

AMEIIIIIIII!

Daniela Rodrigues disse...

Tão eu....

Cartuxa disse...

Please...não sejas fofa nunca! Ah,ah!! És muito melhor assim!

ME disse...

Tirando os "kidos","kidas","kidices" e "fofices", (essas são só para as fofuchas) acabo de saber que sou uma fofa! Portanto aqui vai:
Olá a todos, sou a Mary e sou uma fofa!

C. Correia disse...

Ahahahahahah... Morri! :D E só hoje tive o prazer de conhecer o teu blog... ;) Sigo*

ni_teodoro disse...

Ai pá! Mui-ta-bom!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...