segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Ana- a bilingue (post só perceptível por açorianos)

Eu- Ana, vai buscar ali à cozinha a pá à mãe, por favor!

Ana (corre até à cozinha e volta sem nada nas mãos)- Não xei onde tá, mãe!

Mámen- Ana, é a apanhadeira!

Ana (corre e volta com a pá na mão)- Ah, tá aqui, pai!

...


...


...

5 comentários:

Paula disse...

filho de psicólogo não é psicólogo. Mas quando se o pai é da ilha dos açores há regionalismos na língua que ficam.

ahahah

CoriscaRuim disse...

Opá, tão requinha a tua Ana. Acho bem que o Támen eduque a pequena na sabedoria açoriana, ó aquela :p

cantinho disse...

ahahahaha! O pai é que a entende, ahahahaha e vice-versa.


AL disse...

No Porto é apanhador, mas tb há apanhadeira...mas essa significa arrastadeira...sim, isso mesmo...lol

Sara* disse...

Aqui em Braga diz-se apanhador por isso é parecido! E a mesa de passar do post do "enigma" foi fácil para mim, percebi logo... Aqui diz-se tábua de passar e às vezes ainda deve sair uma "mesa de passar". Ninguém diz engomar por aqui.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...