terça-feira, 4 de novembro de 2014

Pick me! Pick me!

É a outra que acha que ter filhos é uma merda em oposição ao glamour de quem não os tem. É o outro a questionar-se se as mulheres serão felizes com uma voz activa e o mais igualitária possível na sociedade actual porque antes quando bordavam e tomavam conta da casa e dos filhos é que era bom. É o outro que diz que é lisboeta porque cospe para o chão, deita beatas no passeio e não apanha cocó de cão. É toda a gente a escrever porcaria para chamar a atenção, falem bem ou falem mal, importa é que falem e deem page views às crónicas, que os jornais vivem é de polémicas, vale tudo menos arrancar olhos.
Reagi à primeira e à segunda, agora vou adoptar a minha estratégia de sempre: "não leio, logo, não existe!". Faço isso com tudo o que começou por irritar, agora com as crónicas também, que já não aguento tanta crónica com luzes a piscar para chamar a atenção, tanto esforço para gerar polémicas, tanto chorrilho de disparates, estereótipos em barda e preconceitos a perder de vista, generalizações abusivas e juízos de valor infundados,  tanto "pick me! pick me" em bicos de pés para ganhar umas partilhas no facebook e fazer daquela uma crónica viral.
É demasiado pseudo-cronista parvo para a minha camionete. Quase que me apetece chamar a MRP. Ou cortar os pulsos, vá...

5 comentários:

Panda disse...

Por acaso, MRP volta, estás perdoada!

Sofia Bernardo disse...

Ao menos quando era só a MRP, sabíamos sempre onde (não) a ler. É que dá: pessoas que, em vez de escreverem no diário a desabafar sobre a sua vidinha, vem discorrer sobre ela neste grande mundo louco que é a internet... Ao menos quando era só no caderninho, pouca gente tinha pachorra ou possibilidade de ir cuscar.

Bolacha Sofia disse...

e ainda se acham todos com pinta de "jornalistas"

K disse...

Perfeitamente de acordo! Para mim estão ao nível da casa dos segredos: não vejo, não quero saber... logo não comento! Prefiro ocupar o meu tempo com outras coisas... Por exemplo mandar-te msg para enviar à Mariana ;)

Bjs

Ladislau disse...

Não podia concordar mais!! De repente fez sentido tudo o que sinto quando começo a ler esse tipo de crónicas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...