segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Professores de música que me lêem, respondam-me!

Com que idade, mesmo, é que aconselhável que uma criança inicie formação musical?

12 comentários:

Ulisses L disse...

Na barriga da mãe, com a música que ela ouve!
Fora isso, a partir do 3 anos, embora a maior parte das escolas aconselhe somente a partir de quando aprendem a ler.

Já agora, a formação musical tem um forte impacto no cérebro, fazendo-o desenvolver mais e mais depressa. Por isso os especialistas aconselham a formação musical o mais cedo possível!

:)

I sarcastically disse...

Cerca de 3, 4 anos ....

Indigo disse...

A minha mãe pôs-me na música com 4 anos ;)

Miss Golden Cage disse...

Depende. Para aprender instrumento? Dependendo da maturidade de criança, 3/4 anos, sem instrumento.

conteudovazio disse...

olá!
Para crianças mais jovens convém dá-las a experimentar a música sem algo de muito concreto (tipo aprender a ler pautas para miudos de 3 é chato e mau.. já consegui com crianças de 4 quase 5 mas foram casos especificos).
Na Universidade nova há um projecto com aulas para crianças, é um pouco caro é certo, mas os profissionais são pessoas porreiras (não não.. não trabalho lá, mas tive aulas com uma das professoras à frente do projecto).

Eu como professora (ou aprendiz vá!), já dei aulas mais especificas a miúdos de 4 anos (como referi à pouco), são muito pequeninos e é preciso ir com muita muita calma, brincar um pouco mas felizmente tive bons resultados, tendo eles aprendido e estando agora em escolas mais conceituadas (baba... muita baba por aqui cof cof).
Agora a sério:
Qualquer idade é boa para "aprender" música. Saliento que para menos de 5 anos é preciso qe a criança experiencie a música sem ter noção concreta do que a constitui.. dançar, bater palmas, cantar, jogar.. aprender a ouvir! A escola que escolhe é que é preciso atenção para se ter a certeza de que vai ao encontro da idade e das capacidades da criança, porque pode acontecer a criança ficar tão farta que nunca mais quererá saber de música para o resto da vida!! :)

Esta é apenas a minha opinião.. não estou no ramo assim à tanto tempo! :)
Beijinhos

(p.s mandei a foto do postal antes do ano novo.. suspeito que para o email errado já que ali no ppc não apareceu ainda.. sniff sniff)


conteudovazio disse...

olá!
Para crianças mais jovens convém dá-las a experimentar a música sem algo de muito concreto (tipo aprender a ler pautas para miudos de 3 é chato e mau.. já consegui com crianças de 4 quase 5 mas foram casos especificos).
Na Universidade nova há um projecto com aulas para crianças, é um pouco caro é certo, mas os profissionais são pessoas porreiras (não não.. não trabalho lá, mas tive aulas com uma das professoras à frente do projecto).

Eu como professora (ou aprendiz vá!), já dei aulas mais especificas a miúdos de 4 anos (como referi à pouco), são muito pequeninos e é preciso ir com muita muita calma, brincar um pouco mas felizmente tive bons resultados, tendo eles aprendido e estando agora em escolas mais conceituadas (baba... muita baba por aqui cof cof).
Agora a sério:
Qualquer idade é boa para "aprender" música. Saliento que para menos de 5 anos é preciso qe a criança experiencie a música sem ter noção concreta do que a constitui.. dançar, bater palmas, cantar, jogar.. aprender a ouvir! A escola que escolhe é que é preciso atenção para se ter a certeza de que vai ao encontro da idade e das capacidades da criança, porque pode acontecer a criança ficar tão farta que nunca mais quererá saber de música para o resto da vida!! :)

Esta é apenas a minha opinião.. não estou no ramo assim à tanto tempo! :)
Beijinhos

(p.s mandei a foto do postal antes do ano novo.. suspeito que para o email errado já que ali no ppc não apareceu ainda.. sniff sniff)


conteudovazio disse...

olá!
Para crianças mais jovens convém dá-las a experimentar a música sem algo de muito concreto (tipo aprender a ler pautas para miudos de 3 é chato e mau.. já consegui com crianças de 4 quase 5 mas foram casos especificos).
Na Universidade nova há um projecto com aulas para crianças, é um pouco caro é certo, mas os profissionais são pessoas porreiras (não não.. não trabalho lá, mas tive aulas com uma das professoras à frente do projecto).

Eu como professora (ou aprendiz vá!), já dei aulas mais especificas a miúdos de 4 anos (como referi à pouco), são muito pequeninos e é preciso ir com muita muita calma, brincar um pouco mas felizmente tive bons resultados, tendo eles aprendido e estando agora em escolas mais conceituadas (baba... muita baba por aqui cof cof).
Agora a sério:
Qualquer idade é boa para "aprender" música. Saliento que para menos de 5 anos é preciso qe a criança experiencie a música sem ter noção concreta do que a constitui.. dançar, bater palmas, cantar, jogar.. aprender a ouvir! A escola que escolhe é que é preciso atenção para se ter a certeza de que vai ao encontro da idade e das capacidades da criança, porque pode acontecer a criança ficar tão farta que nunca mais quererá saber de música para o resto da vida!! :)

Esta é apenas a minha opinião.. não estou no ramo assim à tanto tempo! :)
Beijinhos

(p.s mandei a foto do postal antes do ano novo.. suspeito que para o email errado já que ali no ppc não apareceu ainda.. sniff sniff)


Vidas da Nossa Vida disse...

Eu não sou professora de música, muito longe disso, mas informei-me com quem de direito e inscrevi o meu filho neste ano lectivo a caminho dos 5 anos e correu maravilhosamente. Adoro a escola de música onde o inscrevi. O instrumento escolheu ele e escolheu piano. Estou muito satisfeita. Ele adora e faz lindamente ao desenvolvimento cognitivo deles.

beijo de mulata disse...

A partir das dezassete semanas já ouvem na barriga da mãe. Há alguns professores especializados em música para bebés. O meu baby-de-mulata foi para a música aos 16 meses, altura em que nasceu lá para casa.

Já os meus sobrinhos andam na música desde os 6 meses. E é fantástico. Não estão a aprender instrumento nenhum, nem o farão antes dos 5-6 anos e mesmo assim, só se tiverem noção de que instrumento querem aprender (no meu caso, só quando o baby deixar de querer violino!).

Mas são afinados, conseguem fazer ritmos diferenciados, improvisar e rimar. Têm noção de agudo, mais agudo e mais grave. Em suma, acho importante começar cedo. A brincar, como em tudo, mas cedo.

Tal como a leitura se deve começar cedo, a olhar para livros, a dar a noção de que a palavra escrita tem conteúdo, a rimar para estimular a consciência fonológica, a dizer lengalengas para estimular a memória. Sempre a brincar. Sò que é a sério.

(um) beijo de mulata

cantinho disse...

Pólo Norte, não vou opinar porque já tem aqui comentários de pessoas conhecedoras do assunto. Só venho agradecer o espectacular vídeo, que me pôs a chorar.
Obrigada e. já agora, vou "roubar" o vídeo.
Beijinho

Lourenço Bray disse...

Excelente pergunta :) Vou "tentar" que a minha filha goste de alguma coisa relacionada com a música, logo se verá, eu gosto de tocar e ouvir, mas acredito que numa criança pode ser excelente por combinar tanta coisa boa, desde o lado criativo, de se expressar, ao lado da técnica, disciplina, memória, lógica... Só rezo para que não me peça uma bateria :| Ou um saxofone com a Lisa dos Simpsons. Ok, um saxofone era fixe.

Pólo Norte disse...

Lourenço,

Vai ao fb do berlogue. As melhores dicas estão lá!

(Estou asssiiiimmde tentada com o Jardim de Infância do Conservatório...)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...