sexta-feira, 22 de maio de 2015

PROGRAMA QUADRIPOLAR | Ô HOTEL & RESORTS

No último fim-de-semana fomos muito felizes

Quando o Ô Hotels & Resorts nos convidou para um fim-de-semana "aventura" torci o nariz. Eu não sou uma mãe radical e mámen também nem por isso. Por outro lado, custa-me sempre o compromisso subjacente de ter que ser simpática com as marcas ou os sítios que me dirigem convites caso não goste dos respectivos produtos ou serviços. Aquela coisa de educação: dizer que se gostou muito quando se achou uma seca ou dizer que foi maravilhoso quando nem por isso, não é para mim. Disse isso logo ali, de manhã, à Vanessa e à Bianca que me endereçaram o convite. Expliquei-lhes também que este blog (e esta família) não são inspiradores nem aspiracionais. Somos reais, o blog é um blog de identificação para muita gente sem glamour nenhum como nós e a nossa família não é família capa de revista. Insistiram que nos queriam proporcionar a experiência e saber, genuinamente, a nossa mais sincera opinião. E eu pensei "caraças, ou não conhecem a minha tão crua franqueza ou são mesmo valentes..."
E confirma-se: são mesmo valentes! Aqui vão as 10 grandes dicas para quem quer passar férias em família num sítio espectacular em BBB (bom bonito e barato):
1- O Ô Hotel & Resorts, mais conhecido na região como Hotel Golf Mar, fica a 50 Km de Lisboa. É por esse nome que devem perguntar aos transeuntes no Vimeiro para não correrem o risco de irem parar ao cu de Judas no meio de nenhures. Entrámos numa terriola lá perto e- perdidos- tivemos o seguinte diálogo, num café à berma da estrada:
Eu- "Olhe desculpe sabe-nos dizer onde fica o Ô Hotel?"
Senhor do café-" Desculpem?"
Eu- "Errr, o Golf?"
Senhor do café- "Só um bocadinho que vou ver se ele ainda cá está"
Senhor do café aos groitos para o cozinheiro- "O Golf ainda está por aí?"
Senhor da cozinha aos gritos para o senhor do café- "Não, pá, já saiu!"
Senhor do café para mim- "Já agora podia-me dizer porque está à procura do Golf"
Eu- "Para lá ir dormir?"
Senhor do café- "Com o Golf?"
Mámen a olhar muito sério para mim- "Com quem? Dormires com quem?"
Eu- "Queremos saber do hotel perto do golf, o Hotel Golf Mar, está a ver?"
Senhor do café- "Ah, credo, já não estava a perceber nada! É que nós temos um colega a quem chamamos golf, sabe? Estava-me já aqui a meter num caladinho que ele é casado..."
Parecia um sketch do Little Britain, juro.
2- Não se deixem enganar quando virem que é um hotel de 3 estrelas porque o serviço, o conforto, a oferta de pequeno-almoço e das outras refeições, o spa, as piscinas, a vista e os parceiros são 5 estrelas e meia. Este hotel é a nossa cara por ser BBB: é bom, é bonito e é barato. E como sabem eu sou pelintra, pelo que, quando digo que a relação qualidade-preço é tão boa que até o pobre desconfia vão por mim: vale mesmo a pena.
3- É um hotel que mais parece uma casa e que estamos entre família. Depois de três dias já a sabíamos que as gémeas que nos serviam no restaurante se chamavam Ana e Susana e elas já sabiam que nós gostamos de rosé fresquinho (e a quem a Ana cantou os parabéns porque acha que sempre que há velas numa sala é porque alguém faz anos e desta vez lembrou-se que a Susana era a aniversariante, coitada da senhora!), que a menina do spa tinha tirado termalismo nas Caldas da Rainha e que tinha estagiado no também maravilhoso Grande Hotel das Caldas das Felgueiras e ela já sabia que eu gosto de massagens com força no lombo, que o Abílio do Clube Aventura tem uma pronúncia que denuncia que nasceu em Ponte de Lima e que ele conhece a terra dos meus avós e que o Clube Aventura é o quarto dos brinquedos ao ar livre para os miúdos que ali se hospedam com duas amigas de brincadeira maravilhosas: a Cármen e a querida Francisca, que a Ana queria trazer para casa à laia de recuerdo. Nós tivemos ainda um bónus: encontrámos o padre que nos casou e do qual mámen é amigo depois de alguns anos desencontrados e foi um encontro tão mas tão feliz com o padre Cruz que, nem que fosse só por isso, já tinha valido a pena. O que prova que se o Cruz escolhe aquele hotel para os seus retiros espirituais então o hotel só pode mesmo ser top.
4- A vista do mar é inspiradora e propícia à prática da procriação. O hotel fica numa falésia mesmo em cima da praia de Porto Novo, muito pertinho de Santa Cruz. À noite ouve-se o mar e de manhã a luz sobre o mar é inspiradora. A Ana olhou pela varanda assim que acordou e lançou um poético "Olha mãe, as ondas estão a chegar!" Tendo em conta a quantidade de bacoradas que a minha filha diz por minuto só se pode acreditar que o hotel inspira mesmo. Até os mais incautos.

5- A comida é brutal. Pronto, como sabeis "este corpinho de sereia" não se alimenta de coisas detox e sumos light. Eu gosto de comer. E de comer coisas boas. E apesar de adorar os pequenos almoços de hotel genericamente, na verdade as refeições costumam ser coisas muito mixurucas e gourmet- nhecas. Aqui foi tudo bom: o pão de alfarroba receita do próprio hotel devia ser patenteado, a ideia de ter uma pessoa só encarregue de fazer crepes ao pequeno-almoço deveria ser massificada e o bacalhau com broa que comi no almoço de domingo foi, provavelmente, das melhores coisas que já comi na vida. Escusado será falar nas sobremesas. A tarte de frutos silvestres era divinal, a mousse caseira era fabulosa e a Ana- que nem é fã de doces- provou os morangos com chantilly e disse que era "neve com açúcar" (cit.). A última vez que bati chantilly cá em casa a Ana cuspiu-se toda de enjoada. É para verem... Agora à laia de intriguistas: vimos o padre servir-se de sobremesa 4 vezes. Repito: quatro. E se alguém deste calibre arrisca desta forma no pecado da gula, caraças, então é porque tem mesmo que valer a pena.
5- Tem piscinas para todos os gostos. A piscina interior é espectaular, enooooorme e quentinha. A exterior é fantástica, imeeeeensa e geladinha. Único problema: as toucas que lá se vendem são super apertadinhas e fazem-nos parecer ter cabeça de anti-conceptivo masculino e dão-nos um ar de tonhós: tragam as vossas de casa!
6- A praia é a 50 metros. E há uma praia mais concorrida mesmo do lado esquerdo e uma de acesso difícil e mais deserta e maravilhosa do lado direito (desculpa, Sofia, tenho mesmo que revelar o segredo da tua praia!). O areal está limpo, o acesso à praia é bom e dá para pessoas com mobilidade condicionada mas a água é geladíssima. Botei um dedinho do pé e ia morrendo. No dia seguinte, logo pela matina, fui à varanda e vi novamente o padre a tomar um banho de nascer do dia nas águas. Acho que foi a sua penitência para a gula da véspera... ;)
7- Tem spa. Tem uma massagista querida que me identificou contusões várias e não sei como não desatou a correr assim que viu as minhas costas. e que me fez feliz durante uma hora. Tem ginásio para quem gosta de ginásio (passo essa parte). E tem um club de surf com aulas para família e uma dinâmica muito gira para quem é dessas coisas. Tem, portanto, um manancial de actividades que não nos convidam a sair do perímetro do hotel que se torna, assim, bastante completo e familiar.
8- Tem a coisa mais maravilhosa de todas: o Vimeiro Clube Aventura que organiza actividades para toda a família: escalada e rapel, paintball e slide para os mais afoitos (nós não, pois está claro); passeios de bicicleta (e, sim, ainda não me esqueci de andar e soube-me mesmo bem, apesar da solidão já que mámen não sabe biciclar yô o meu marido não é fã de bicicletas); passeios de canoa pela lagoa de Óbidos, tiro com arco, birdwatching e - o auge para a Ana- um espaço fun kids. E foi bonito de ver a Ana descalça na relva a jogar à bola, a saltar ao trampolim, a escorregar nos insufláveis, a roer maçãs, a encostar-se ao colo da Francisca (a melhor monitora do Mundo) sem a conhecer mas com a intuição de quem se pode confiar enquanto via um passarinho bebé que caira do ninho (e de quem, mais tarde e já em casa, com a sensibilidade que é genética, se lembrou que deveria ter trazido consigo para... o comer!), a fazer desenhos, a pintar, a rebolar na relva, a sujar-se e a dar gargalhadas. Já se sabe que quem meus filhos faz feliz minha alma adoça e o Clube Aventura- com a Carmen, a Francisca e o Abílio- veio no nosso coração (faremos aí uma festa de aniversário da Ana: é uma promessa!).
~





9- Beba-se água da torneira ou da garrafa há uma garantia gourmet: bebe-se sempre água do Vimeiro. E que bem que sabe, caramba!
10- Porque assim que chegarem, aconteça o que acontecer, serão acolhidos na recepção pela Cristina Ferreira. A própria. E mais não digo.
Obrigada, Ô Hotel Golf Mar e Vimeiro Clube Aventura! Adorámos.
Voltaremos nas férias. Já sem convite. A pagar. E essa é a prova mais que justa de que gostámos mesmo. E voltaremos para a renovação dos votos no próximo ano: promessa feita ao padre Cruz! Que , afinal de contas, mais do que qualquer blogger que possa dizer coisas fixes acerca de vós e sem receber nada para além de uma mesa de sobremesa apetitosa, é, afinal o vosso mais confiável embaixador!
Afinal, têm mesmo razão para serem valentes!




Passar um fim-de-semana inteirinho sem sair das imediações do hotel e sem se aborrecer


Quem? Ô Hotel & Resorts- Hotel Golf & Mar
Onde? Praia de Porto Novo, Maceira
Contacto: Pelo telefone +351 261 980 800
Saber mais? http://www.ohotelsandresorts.com/

2 comentários:

Cláudia disse...

Chorei a rir com a conversa do golf. :)

Marília Ribeiro disse...

é verdade!!!! eu que vivo mesmo aqui ao lado não vou lá dormir :) mas o Clube Aventura é a perdição do meu pequeno, e não é só para quem está lá hospedado!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...