quarta-feira, 8 de julho de 2015

Diz que a Sara não quer vir para o Porto e está tudo aijasus!

Eu acho lindo que sejamos todas muito independentes e autónomas, que estejamos sempre todas muito aflitas a criticar as mulheres dos jogadores de futebol que são socialites e relações públicas e depois de divorciadas vivem de presenças e depois critiquemos que a Sara Carbonero, profissional, independente financeiramente do marido, desempoeirada e autónoma, não queira trocar uma vida estável, perto dos que gosta, na cidade onde tem um trabalho que aparentemente a realiza e se sente feliz para acompanhar o marido na sua transição para o FCP.

Eu sou pela Sara fazer da sua vida o que lhe der na real gana, fazer as escolhas que mais lhe aprouverem e decidir em consciência.

Eu sou pela Sara ficar e Madrid se for em Madrid que quer ficar.

Deixem a Sara em paz.

9 comentários:

stantans disse...

também sou por ela ficar em Madrid. eu tomo conta do Iker

Jo disse...

Tal e qual isto. Quando li os comentários dos indignados fiquei a achar que ela teria dito mais alguma coisa, que tivesse dito mal da cidade ou das pessoas ou alguma coisa deste tipo. A ser apenas isto, uma vontade de querer ficar em Madrid, não percebo a indignação...

Este Blogue precisa de um nome disse...

eu também sou por ela ficar lá :-)
mas, por outros motivos :-) :-) termos «O» Iker cá: no Porto, sem ela, vai ser bem bom :-) :-)

IM (misspipetaseviagens) disse...

Acho que não foi bem isso que indignou a malta. Mas sim o facto de dizer que para Londres se mudava, para o Porto é que não 'Deusmalivre'! Mas pronto, eu até acho que ela faz bem é em não mudar-se para lado nenhum que daqui a dois anos o marido não tem mais emprego e pode voltar para onde quiser, já o dela pode durar uma vida :)

UBM disse...

A crítica à Sara é pelas alegadas declarações sobre a cidade do Porto e não por ela não vir. Aqui a questão (que eu vi ser criticada) é a Sara achar que viver no Porto é descer de nível...

SJ disse...

Tenho de fazer um post sobre a palavra desempoeirada. Em tendo vagar

Pólo Norte disse...

UBM

E o "nível" de vida não é um conceito subjectivo e pessoal?

Lingua Afiada disse...

A questão aqui não é ela querer ficar em Madrid, ela tem bons motivos para querer continuar na cidade, continuar a carreira, estar perto de amigos e família e além disso Madrid é aqui ao lado.
A forma como ela desprestigiou Portugal e o Porto nas suas palavras ou alegadas palavras é que indignou os portugueses. Dizer que a cidade/país está bastante abaixo de Espanha em quase tudo é ofensivo, insinuou que viver em Portugal é descer de nível.
Além disso não generalize há muita gente que criticou Sara Carbonero que nunca criticou as mulheres dos jogadores de futebol que são socialites e relações públicas. Até porque algumas coitadas safam-se como podem e lutam com as armas que têm.

Maria C. disse...

Quem crítica regra geral é quem não tem força suficiente para fazer valer a sua vontade.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...