sexta-feira, 3 de julho de 2015

O Bairro do Amor vai batendo, devagarinho, a algumas portas


 
O Bairro do Amor apoiou durante o mês de Junho, e ao abrigo do seu Movimento 12:12 o início de uma família a estrear. ~
Uma família que se tornou família porque à mãe se juntaram os pequeninos gémeos. Esta mãe é empregada doméstica e tem muitas limitações não só a nível financeiro mas também ao nível das suas competências de parentalidade acrescidas ao facto de não ter uma rede social de suporte familiar consistente.
Ora, o Bairro já tratou do mais importante: a Cristina, uma vizinha enfermeira está a acompanhar esta família em termos de apoio domiciliário e será a "madrinha do Bairro" destes bebés. E estará sempre disponível, num regime de tutoria, para ajudar esta mãe.
Posto isto- que é o mais importante- o Bairro usou todo o seu orçamento do 12:12 referente ao mês de Junho mais os donativos dos dois últimos meses da marca Mirtilo for babies​ (obrigada Raquel!) e ainda mais donativos que chegaram, propositadamente, para este efeito para comprar um carrinho de gémeos.
Como sabem o Bairro do Amor não foi criado numa perspectiva assistencialista. Não iremos sustentar esta ou outra família ad eternum. O Bairro do Amor foi criado para ensinar a pescar, para dar um empurrão na vida de pessoas e de ajudá-las a estruturarem-se com os recursos que têm. Foi isto que fizemos em Junho: ajudar esta mãe no seu novo papel, ajudar esta mãe nas despesas iniciais de forma a levar já um balanço para os tempos que se avizinham e ajudar estes bebés a terem um início de vida mais leve, para que todas as preocupações desta mãe, nesta fase, se resumam a descobrir em si o que é o amor de mãe.
Neste caso, para melhorar tudo ainda, a dobrar. Obrigada a todos os vizinhos sócios que se juntaram (em especial à Ana Póvoas e à Teresa Neves que me ajudaram na recolha do carrinho no Porto e, claro, ao Dr. Fernando Póvoas que fez o favor de o transportar até Lisboa)! ~
Obrigada do coração!

2 comentários:

mysupersweettwenty disse...

O Bairro do Amor é um projecto que me deixa imensamente feliz.
Vivo e estudei numa escola cheia de "coitadinhos", em que pescavam para eles e para as respectivas famílias o que fez com que eu deixasse muitas vezes de acreditar nas necessidades das pessoas e nas obras sociais, fazendo-me muitas vezes até sentir alguma raiva por certas ajudas (ou não...) que eu via acontecer...
Mas o Bairro do Amor é diferente! Acho que o Bairro é tudo aquilo que eu sempre acreditei ser a solução ideal para os problemas sociais, por não tapar o sol com a peneira, nem andar com palmadinhas nas costas (pelo menos é o que me parece e acredito).
Nunca me comprometi com nenhuma acção do Bairro, mas é algo que quero muito fazer!
Parabéns Ursa, acho que mesmo sem eu saber concretizaste uma coisa que eu queria! :D

Dulce Campos disse...

Uau! Que projeto fascinante!... Onde posso saber mais sobre ele?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...