segunda-feira, 7 de setembro de 2015

AGENDA QUADRIPOLAR | Contos d'Avó

 Chamada às avós do Minho (e não há melhores avós no Mundo que as minhotas)

Não há duas sem três E os CONTOS d’AVÓ, Estão aí outra vez!

É verdade… aquele festival que invade casas de avós para contar e ouvir histórias, está de volta para mais uma edição. Não é bem “mais uma edição”… nunca foi “mais uma edição”! O festival reinventa-se ano após ano. Ganha maturidade e reflete sobre a sua pertinência. Contar ou não contar. Ouvir ou não ouvir. Eis uma não questão! 

Numa altura em que as palavras passam da boca para a ponta dos dedos, seja através de um som seco e gasto de um qualquer teclado de plástico, seja através de um ecrã tátil de última geração, as palavras e as histórias ocupam cada vez menos lugar nas nossas bocas e ouvidos. É por isso que este festival é cada vez mais pertinente, urgente e insurgente! 

Uma das novidades são as sessões de “Contos à Mesa”. Almoçar e Jantar com contadores fabulosos, em informais sessões de “Contos à Mesa", onde contadores, organização e público poderão partilhar o jantar ouvindo e contando histórias em pura descontração e informalidade, será uma realidade.

Assim, começa esta semana, quinta-feira, dia 10 de Setembro, a 3ª edição do festival itinerante "Contos d'Avó".

 O festival realiza-se este ano nas freguesias de Joane, Vermoim e Mouquim no concelho de Vila Nova de Famalicão e fará, como é hábito, as suas já tradicionais sessões de contos nas casas dos avós do concelho.

Os avós Joaquim Vaz, Armanda Vilela, Aida Oliveira, Maria da Silva Faria, Maria de Lurdes Marques da Cunha e Manuel Monteiro, são os avós anfitriões desta 3° edição, abrindo a porta de suas casas aos contadores convidados, vizinhança, amigos, família e público em geral para vários serões dedicados à partilha de histórias e memórias.

 A edição deste ano conta pela primeira vez com a participação de um contador estrangeiro, Quico Cadaval, que desce da vizinha Galiza para fechar o festival no domingo, dia 13, numa sessão especial na Quinta da Costa, freguesia de Mouquim, numa sessão em que será lembrada a história verídica da “Fonte Milagrosa”, da qual brotou certo dia uma cruz sagrada e cuja água, acreditava a população local da época, revelava poderes curativos capazes de curar todo o tipo de doenças.

 O Contos d’Avó oferece várias e boas razões para se deslocarem esta semana a Famalicão e desfrutar de uma experiência emocional única e intensa.

Não percam! Esta semana, de 10 a 13 de Setembro.

Este ano não há desculpas para não comparecer no festival. Se não aparecerem à tarde, sempre podem vir à noite. Se ao jantar não vos der jeito, façam uma visita à vossa avó!


Contos d'Avó - 2015 from Teatro da Didascália on Vimeo.

1 comentário:

Li disse...

É que não há mesmo melhores avós no mundo que as minhotas :)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...