quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Obrigada por me teres escolhido para ser mãe de uma filha tua. Nossa.

Acordas a miúda com beijinhos pequeninos. Depois fazes-lhe cócegas. E ela só dá aquelas gargalhadas contigo. Preparas-lhe o pequeno-almoço enquanto eu a ajudo a vestir. Às vezes enquanto eu me preparo tentas adiantar as tarefas e decides penteá-la. Chamas-me sempre para acabar de o fazer. Não tens jeito com elásticos e eu gosto disso. Porque de resto tens jeito para tudo o que lhe diz respeito. És mesmo o melhor pai do Mundo e nunca te conseguirei agradecer sê-lo de uma filha que também é minha. Ajeitas-lhe sempre o degrau para a ajudares a chegar ao lavatório. És tu quem a encaixa na cadeirinha auto. Fazes coro connosco na viagem de carro. Sabes todas as músicas dela de cor. A meio da manhã ligas-me para saber se não há novidades da escola. No news, good news. Quando regressas do trabalho ela corre para o teu abraço. És firme com ela mas com uma meiguice que só reconheço em ti. Deixa-la pisar-te os peitos dos pés e transformas-te em andas para ela andar. Ensaiam a valsa que tu esperas um dia dançar com ela. Rodopiam ao som de gargalhadas. Nas tuas cavalitas ela chega ao "céu cá de casa". Quando eu a pego ao colo e desço as escadas tu corres a perseguir-nos e dizes "vou-vos apanhaaaaar!". A Ana diz "pára, dragão, pára!" até tu continuares a fazeres "graaaauuuuuu" e acabares a abocanhar-lhe a barriga. Ela ri-se muito, quase sempre que está contigo. Na sala sentam-se os dois, lado a lado, no chão a ler livros e eu gosto de vos ver assim. Zangam-se sempre que fazem puzzles e isso diverte-me. Quando lhe dás banho chamas-lhe "pirata Ana!" e ela responde "siiim, meu capitão!" e a casa de banho fica inundada graças ao navio em que se torna a banheira porque tu pintas o mundo da cor da imaginação. Quando me ausento em trabalho sei que comem pizza e dormem os dois no sofá e finjo que não sei, para não ter que me zangar. Ela conta-me sempre e diz-me "não te zangues com o pai, mãe! Foi tão divertido!". E quando as pessoas lhe perguntam de quem gosta mais, se de mim ou de ti, e tu reviras os olhos porque achas a pergunta imbecil, páras sempre um pequeno compasso para ouvires a resposta da loura: "gosto dos mãe-pai" e diz "mãe-pai" como se a palavra única, composta, representasse a unicidade com que nos vê, unos e inseparáveis. À noite contas-lhe histórias, fazes vozes diferentes para cada personagem, abres muito os olhos e gesticulas e ela olha-te com aquele jeito admirado e apaixonado, surpreendido e sedutor, frágil e seguro. Depois diz "o meu amor por ti é azul, pai, como os nossos olhos" e tu sorris. Beijas-lhe a testa e perguntas "Podes ser do Sporting, Ana?" e ela responde "Não, pai, por favor. Eu sou do Benfica, por favor!". E fazes um ar desgostoso e ela colmata sempre: "Só hoje, pai, só hoje podes ser um bocadinho do Benfica? Podes? Podes? Vá lá! Por favor!" e tu fazes uma careta e dizes-lhe que sim. Só um bocadinho. E ela adormece feliz, a sorrir. E viras-te para mim e dizes-me "Pelos filhos, um tipo tem que fazer cada sacrifício..." e apagas-lhe a luz. Antes de nos deitarmos vamos, à vez, espreitá-la. Oiço-te sempre a beijar-lhe a testa e a segredar-lhe ao ouvido "Amo-te muito, meu amor!". Nunca te disse que ouço sempre, todas as noites, tu a declarares o teu amor pela filha que partilhamos.
E eu, às vezes, não te digo mas, por causa dela, eu amo-te ainda mais a ti.

17 comentários:

Escrever Fotografar Sonhar disse...

...de vez em quando saio daqui com a lagrimita no olho... E hoje não foi de rir...

disse...

a ana tem uns mãe-pai que lhe enchem o peito de amor como velas navegando no azul dos olhos. :)

Orquídea disse...

ohh...estou de lágrima no olho com tal texto ;)

Cotovia disse...

Que lindo!

catiag disse...

isto é amor do grande , amor puro ! que emoção este texto ! muitas felicidades ! :D

Sintonia disse...

e quando escreves assim lá fico eu a limpar a lágrima para ninguém me notar =)

Marisa Reis disse...

Também eu fiquei de lágrima no canto do olho :) Lindo texto

Louise disse...

Olha a lágrima! Tão bonito!

matilde cabete disse...

Gosto tanto de a ler!

VerdezOlhos disse...

Que lindo. Ainda há amores incrivelmente genuínos e é isso que mais nos tem de encher o coração. Abençoados sejam vocês! Beijinhos

raquel disse...

<3 <3

ccstylebook disse...

Ufaaaa
:)

3A disse...

Não tenho o hábito de comentar mas não podia deixar de dizer que este foi o texto mais bonito que já li aqui.

Bruna disse...

Isto não se faz, sai uma pessoa daqui com os olhos cheio de água. Serás sempre a pessoa que mais goste de ler. Obrigada!

K disse...

Coisa "mai" linda de ler!
Um beijinho graaaandeeee!
P.s.: dava para me fazeres chorar menos... Dava? Obrigadinha!

Lullaby disse...

lágrima no canto do olho? cara toda ranhosa, é o que é!
uma gaja assim não se aguenta pólo!
é muito lindo um amor assim :) não vos conheço pessoalmente mas acredita que, por te conhecer as façanhas de mulher guerreira, fico sempre um pouco mais feliz por vos imaginar uma família tão feliz.

A Senhora do Trevo disse...

Lindo <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...