sexta-feira, 20 de novembro de 2015

É uma boa analogia

A minha melhor amiga Catarina é judia e casada com um muçulmano. Os seus tios vivem em Paris, no bairro onde se deu o atentado do Bataclan. 

Dizia ela que quando misturam refugiados e terroristas na mesma frase ela explica com o exemplo de dia 13 de Novembro: ora, quando se deu o atentado os civis franceses começaram a correr e a bater às portas dos que ali vivem com medo de serem mortos. e o tio dela abriu a porta a 5 pessoas. 

Se ele não o tivesse feito, faria o mesmo que muitos europeus que não querem abrir as portas dos seus países em segurança para os inocentes que fogem do perigo de serem mortos sem culpa nenhuma no cartório. 

Franceses inocentes como refugiados inocentes. Casas em segurança como países em segurança. 

Simples, não?


(Ah, podem vir terroristas juntamente com refugiados? Sim, também podiam ter ido homens bomba camuflados a bater à porta do tio dela juntamente com parisienses em pânico. Ele correu o risco de ajudar o próximo. E ainda bem.)

3 comentários:

Gorduchita disse...

Analogia perfeita!

Joana Sousa disse...

Perfeita. Se me permites, vou roubar - ando com dificuldade em explicar isso sem um "tu és mesmo idiota!". Pode ser que ajude!

Jiji

K disse...

Sem duvida uma excelente analogia e pode ser que, assim, alguns enurgumenos entendam!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...