sábado, 14 de novembro de 2015

Paris: o dia seguinte

"France embodies everything religious zealots everywhere hate: enjoyment of life here on earth in a myriad little ways: a fragrant cup of coffee and buttery croissant in the morning, beautiful women in short dresses smiling freely on the street, the smell of warm bread, a bottle of wine shared with friends, a dab of perfume, children paying in the Luxembourg Gardens, the right not to believe in any god, not to worry about calories, to flirt and smoke and enjoy sex outside of marriage, to take vacations, to read any book you want, to go to school for free, to play, to laugh, to argue, to make fun of prelates and politicians alike, to leave worrying about the afterlife to the dead.
No country does life on earth better than the French.
Paris, we love you. We cry for you. You are mourning tonight, and we with you. We know you will laugh again, and sing again, and make love, and heal, because loving life is your essence. The forces of darkness will ebb. They will lose. They always do"
NYT

4 comentários:

Eu mesma... disse...

eu podia dizer que, neste momento, sou francesa. mas não. não quero distinguir raças, religiões ou nacionalidades.
prefiro dizer apenas que, neste momento, eu sou apenas humana. é com coração pesado que vejo todo o potencial destrutivo da minha espécie.
e é com toda a minha compaixão que espero que os familiares das muitas dezenas de vítimas que pereceram às mãos daqueles covardes ignóbeis possam, um dia, encontrar alguma paz, uma forma de seguir com a sua vida, depois do seu mundo ter sido virado do avesso.

Nádia disse...

Não apreciei particularmente essa exaltação da cultura francesa, mas hoje não é isso que interessa. Choramos todos por Paris.

Pierre Lannes disse...

Gracias por esta cita. ¿ Tiene el weblink del artículo original del New York Times por favor ? Pierre, Paris

O Grunho disse...

Compreendo. Ferida aberta que eu não testemunhei quando por lá andei despreocupado no tempo do escudo e tomava o pequeno almoço na mesa do Pablo ouvindo os sinos da Notre Damme. Noutra encarnação.

***

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...