quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Sumário: revisão da matéria dada

As eleições legislativas servem para se eleger deputados.
As eleições legislativas não servem para se eleger governos.
A Assembleia da República tem o direito constitucional de votar uma moção de rejeição de forma a fazer cair um Governo.
A democracia funciona assim: com leis, regras, direitos e deveres.
Isto não é um golpe de estado: está previsto na Constituição.
É a democracia.


5 comentários:

papoila disse...

Acho que há muita gente que ainda não percebeu isso, ou não quer perceber....

Sérgio disse...

O problema deste país é que não se explica, assim desta maneira simples mas exata, como funcionam as coisas.

Cristina B disse...

Uma ajudinha de Direito: artigo 163, alínea E), Constituição da Republica Portuguesa

SN disse...

Os eleitores votam em partidos, não votam em deputados.
Os eleitores confiam que o presidente da república nomeará um governo proposto pelo partido que ganha as eleições.
Gente, que perde as eleições e ardilosamente se aproveita dum conjunto de circunstâncias que não se esperavam reunidas (lei de murphy é tramada) para tomar o poder, deve meter-nos medo.
Bondade da lei que permite esta trafulhice fica manchada por tão infame vigarice. Porque António Costa não é alternativa, não tem moral e, verdade seja dita, ninguém lhe encomendou o serviço. Daí ter vergonhosamente e escandalosamente perdido as eleições. Mau carácter.
Do Be e do PCP nem falo pois acho que estes esquemas fazem parte do seu ADN. Sem surpresas dessa parte.

Joana Sousa disse...

Querem que as eleições funcionem como o futebol. O próprio PR parece desejar isso. Felizmente não é assim. E infelizmente a pessoa mais facciosa está neste momento com a faca e o queijo na mão...

Jiji

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...