quarta-feira, 11 de maio de 2016

Alguém?



Este foi o método escolhido por Mámen para deixar de fumar. Gostaríamos de receber a opinião de pessoas que tenham feito o mesmo tratamento. Este. Não todos os outros possíveis. 
Alguém quer deixar aqui o seu testemunho sobre a eficácia ou não eficácia do tratamento com Champix? O que mais custou? Quais as principais dificuldades?

Agradecida. 

18 comentários:

cenas da minha vida disse...

Funciona!
Deixei de fumar com este tratamento. Ao fim de 15 dias tinha vómitos só de pensar nos cigarros.
Há quem diga (o meu marido) que dá insónias e dores de estômago. Eu não senti nada disso. Estive 3 anos sem fumar. Consegui continuar a sair, jantar fora, beber café, etc., com os meus amigos fumadores, sem me sentir incomodada.
No entanto, acho que se devia, em determinada altura, fazer uma reciclagem...ou eu devia ter feito.
Voltei a fumar. Mas isso já tem a ver com a força de vontade de cada um.
Boa sorte! É uma luta e tanto!
Beijinho

sm disse...

Bom dia !!!

Não sei se o meu comentário será contraproducente ... se for peço desculpa que o meu objectivo não é esse ! O meu marido usou esse método (Champix) ... devidamente acompanhado por consultas de Cessação Tabágica ... ao fim de 4/5 meses ... uma data de euros investidos ... desistiu e continua a fumar ...

Mas conheço gente que se deu muito bem !!!

Força ... um destes dias também tenho que começar a pensar em deixar de fumar !!!

Beijocas
SPM

Sílvia Santos Pedrosa disse...

Olá, Sou farmaceutica e já acompanhei muitas pessoas nesse tratamento. É o tratamento mais eficaz que existe. As pessoas nem conseguem tocar num cigarro quando estão sob efeito da medicação. Mas por verem uma mudança tão rápida e tão drástica (e também por ser tão caro) acham-se capazes de abandonar o tratamento mais cedo. Outro facto a ter em conta é: a pessoa quer deixar de fumar por vontade própria ou por imposição de outrém? Porque isso faz muita diferença. Se é decisão do próprio, é certo que com este tratamento vai deixar de fumar, se não está completamente resolvido mentalmente mal o tratamento termine, e dê de caras com um cigarro, volta ao mesmo.
Espero ter ajudado. Beijinhos

Diana disse...

Olá, eu fumei durante 20 anos e a primeira e única vez que tentei deixar de fumar com champix... resultou! Fiz o tratamento durante 1 mês e cada caixa custou cerca de 40€.Eu senti-me minimamente segura ao fim de um mês e por isso não comprei mais. É óbvio que o champix não faz milagres, tens que estar motivada, mas ajudou-me muito!! Não tive efeitos secundários, só um mal estar/enjoo ao fumar. Recomendo!

tata disse...

Olá Polo. Eu também sou fumadora, desde os meus 14 anos (e já tenho 32). A ultima vez que deixei de fumar foi com isso, e foi a vez que estive mais tempo sem fumar: quase 5 meses. O que posso dizer? Isso ajuda muito a tirar aquele pânico. O pensamento sobre o cigarro não desaparece mas é mais leve totalmente suportável. Engordei um bocado, e tinha alguns enjoos de manhã mas nada de especial. O problema é que... voltei a fumar :( Por isso não sei bem que te diga. Nos três meses que tomei estive na maior, no mês e meio seguinte nem por isso... Fumar é um vicio sinistro.

Ana sem saltos
http://saltossemaltos.blogs.sapo.pt/

L✨ disse...

Eu deixei de fumar graduadamente sem ajudas de nada. Só força de vontade. A minha mãe, por exemplo, deixou de fumar de um dia para o outro. Colocou o maço de cigarros na mesa do telefone e nunca mais lhe tocou.

Conheço quem tenha tomado algumas coisa e até feito tratamentos, tais como acupunctura, e passado uns tempos voltaram ao mesmo.

Acho que é mesmo uma questão psicológica, de força de vontade.

Ana Pragana disse...

De acordo com a experiência dos meus utentes:
A dificuldade maior é a questão emocional, ou seja, nem sempre quando se sentem preparados para parar o tratamento o estão realmente. Deixam de comprar a medicação e regressão ao cigarro.
De todos os que comigo fizeram o tratamento devidamente acompanhados, nenhum voltou a fumar.
Infelizmente em casa de ferreiro espeto de pau: o meu padrinho depois de eu muito insistir, já tentou duas vezes. Sente-se mal com a medicação, fica deprimido e desiste...

O meu Johny deixou com as Niquitin.

Beijinhos (qualquer coisa que eu possa ajudar/esclarecer, apita!)

Kittie disse...

Então:
Caso 1 - a minha irmã usou e correu muito bem. Foi eficaz e fácil de tomar. Passado um tempo foi a uma festa, como já "não era viciada" fumou um e voltou. Experimentou um bocado de tudo (hipnose, laser e sei lá mais o que) e quando realmente se decidiu foi de novo com champix que conseguiu. De todos os métodos é o único a que reconhece efeitos.

Caso 2: marido. Tomou champix, resultou muito bem nas primeiras semanas mas não estava naaaada focado nisso e voltou a fumar.
Este ano, decidiu-se e tomou a sério: a fase 1 e a fase 2. Na segunda caixa da fase 2 começou a sentir algumas dores de estômago que associou à toma do medicamento e foi quando interrompeu. O que ele tomou juntamente com o champix foi o Passival para reduzir um bocadinho a sensação de ansiedade e não pensar demasiado sobre isso.
Desde Janeiro que não fuma :) (Mas ainda é muito difícil e sentiu bastante alterações físicas no processo).
Força nisso.

Geadas disse...

Eu já tentei e com esse mesmo tratamento. Se não deixasse de tomar a medicação ao fim de 15 dias, julguei que morria tal era o mal estar geral em que me sentia.
Voltei ao tabaco.

Maria Joao disse...

100 % eficaz!!!
Segundo dizem, se não se deixa com este, não se deixa com mais nenhum!!

Beijinhos

Cristina Alves disse...

Eu tomei Champix, 2 embalagens. Depois desisti de o tomar (mas não de deixar de fumar! :)). Serviu essencialmente para acalmar uma ansiedade permanente que se instalou na fase inicial. ajudou muito, mas o que realmente me fez deixar de fumar foi a vontade, foi não querer continuar a sentir-me presa num vício que me controlava a mente (quando se olha para a carteira e se decide comprar um maço de tabaco com o ultimo dinheiro que nos resta em vez do jantar... algo vai muito mal). O Champix fez o seu papel na perfeição que foi ajudar-me a ultrapassar a primeira fase. Não fumo há dois anos mas aí foi a minha força vontade que me valeu. Boa sorte e força!
Ana

Maria Martins disse...

Bom dia. Vou talvez falar num método que não posso afiançar no futuro, mas isso ninguém pode não é.
Fumei desde os 14 anos, e tenho 57. Só interrompi durante as gravidezes dos meus filhos pois era o primeiro sintoma que tinha de estar gravida, enjoo completo
Há duas semanas e a pedido dos meus filhos e por mim e por a minha neta que está para nascer, fui fazer um tratamento à Clínica Vida Sana em Beja. Um único tratamento, que demorou nem um minuto mas que faz com que me tenha esquecido completamente do tabaco. Penso na rotina do cigarro, mas não tenho ansiedade, não estou deprimida, não tenho mais fome. É psicológico? Não sei. Vai resultar? Até agora sim com sucesso a 100%. Como todas as dependências, esta também é para ser ultrapassada dia a dia , e cada um que passa é uma vitória.

Cora Coral disse...

O meu pai, que fumava desde os 14 anos, um belo dia foi ao médico, que lhe disse: -"Se não deixares de fumar não te dou muito mais tempo..."
Já lá vão 16 anos que amassou e desfez com intenso prazer o último maço de balas e pregos para o caixão. Foi com extrema concentração, sem ressentimentos, com calma e com um sorriso nos lábios que tomou consciência da escolha que acabara de fazer. Era uma de cisão simples e sem dramas. Era apenas optar entre morrer ou Viver.

Sandra disse...

eu deixei de fumar ao fim de 30 anos de forma radical: um dia tomei essa decisão e levei-a em frente. Tive delírios, alucinações, anda na praia atrás do cheiro do tabaco das outras pessoas para me satisfazer (parecia que andava atrás da torta da avó á janela lolll).
Já passaram 6 anos e estou feliz mas é muito difícil, ainda hoje tenho quebras e apetece-me tanto fumar que se não fosse algum clique que tenho nessas alturas já tinha voltado a fumar.
Eu sei que isto não responde á pergunta que fazes mas explica o facto de muita gente com ou sem tratamentos voltar a fumar: somos "toxicodependentes" e só quando encarar-mos isso como uma verdade universal e o tabaco como a pior droga (porque é autorizada e comercializar) é que podemos ou conseguimos deixar de fumar. Essa aceitação é muito importante naquela altura em que queres, tens, precisas mesmo de fumar um cigarro e já passou 1 semana, 1 mês, 1 ano...

ME disse...

Sabes as irmãs da Marge Simpson? A minha mãe era assim, sempre agarrada à beata!
Até que meteu na cabeça acabar com aquilo. Foi a uma consulta anti-tabágica e planeou o tratamento com o médico.
Esperou pelas férias para começar o tratamento com o argumento de estando mais relaxada e fora do ambiente e das rotinas normais em que o cigarro fazia parte, seria mais fácil ultrapassar a fase da dependência física. Depois dessas semanas de praia, hotel (não fumador), aviões e aeroportos, o regresso à rotina é que foi o verdadeiro teste.
Foi duro!!! Para nós também que tivemos de aturar crises de mau feitio e reações exacerbadas pela ansiedade da falta da nicotina. Mas valeu a pena!
Curiosamente a minha mãe é daquelas ex-fumadoras que continua a adorar cigarros e sempre que vê alguém fumar ao pé dela inspira profundamente e diz: "ummmm que bom, que saudades!", mas não voltou a fumar e já lá vão uns anos valentes!!!
Já a minha sogra, deixou de fumar por ela, sem apoios nem medicamentos, mas durante anos andou com o maço e isqueiro na mala para o caso de querer voltar. Segundo ela, precisava da segurança de saber que se fosse preciso estava ali !!!

Miss Complicações disse...

Funciona mas não é pelo composto químico. É por uma coisa que se chama força de vontade.
Sei quem deixou de fumar com acupuntura e outros com champix
Deixei de fumar sem nada. Custou e passado 15 meses ainda custa.
O truque é só um: agarrar-se a uma coisa que é muito importante. por exemplo: um filho. Pinta na tua cabeça o pior cenário que o tabaco te pode trazer e o sofrimento que causará em terceiros.
Força ai

Simplesmente Ana disse...

Um familiar meu fumava desde a adolescência. Completamente viciado, a ponto de consumir 2/3 maços por dia. Com 65 anos decidiu parar e conseguiu. Todos ficámos boquiabertos. O que resulta mesmo é a motivação.

Vieira Morais Corina disse...

Olá,estou a tomar champix desde o dia 1 de fevereiro,fui diminuindo na primeira semana e no dia 12 deixei de fumar até hoje(fumava 1 maço há 33 anos)no meu caso o champix não me tirou a vontade de fumar mas tornou-me mais forte e determinada a dizer "não",quando estou mais aflita bebo muita água e também chupo os rebuçados halls sem açucar,são pequenas coisas mas têm ajudado muito.Quanto a efeitos secundários estou com algumas perturbações intestinais e barriga inchada com muitos gases,como já não falta muito para acabar vou aguentando...força para todos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...