terça-feira, 10 de maio de 2016

Comentadores, igualdade, caixas de comentários e bêbados. Aos gritos.







 Em Portugal, a boa notícia é que, pelo que tenho visto, a internet parece mais igualitária nos seus insultos e despropósitos. Se o autor é mulher, recebe comentários insultuosos; se é homem, recebe comentários insultuosos. Se é de qualquer cor, nacionalidade, sexualidade, ideologia religiosa ou política, recebe comentários insultuosos. Ou seja, absolutamente toda a gente é insultada por absolutamente todas as razões: homens e mulheres, heterosexuais e homosexuais, nacionais e estrangeiros, novos e velhos, direitistas e esquerdistas, todos. Portugal, uma das sociedades menos igualitárias do Ocidente, chegou à igualdade pelo menos num aspecto: o do insulto na caixa de comentários. Em vez de redistribuição de riqueza, os portugueses parecem dar muito mais importância à redistribuição do insulto, como numa espécie de Comunismo da Má Educação. 




Lucy Pepper in "Observador"

2 comentários:

adoscoelhos disse...

É mesmo, belíssima comparação, esta com os bebados de rua. A mim, constrange-me imenso ler algumas coisas que leio nos comentários de alguns blogs. Tenho o cuidado/pudor/boa educação de, quando comento, procurar fazê-lo como se estivesse a falar pessoalmente com o blogger, mesmo que seja para discordar (ou, aliás, especialmente se for para discordar). E pessoalmente, cara a cara, duvido que a maior parte dos haters se atrevesse a dizer o que escreve. É uma vergonha e chega a ser desconfortável para quem lê aquilo (imagino para os autores...)

Cora Coral disse...

Os níveis de frustração das pessoas não vão parar de aumentar enquanto a desigualdade existir. Daí que se utilize o que estiver à mão para descarregar o lixo amargo que se acumula em cada um de nós. A consciência do eu é uma coisa a que ainda muito poucos têm acesso. Daí a se comportarem abaixo de animais selvagens.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...