segunda-feira, 23 de maio de 2016

FCP est mort. Vive le FCP.

Ser adepta do Futebol Clube do Porto não é uma obra do acaso. Não há quaisquer pós de genética na coisa (o lado materno da minha família é todo benfiquista e o paterno é sportiguista) nem qualquer pressão familiar do género "não te baptizo porque não te quero obrigar a seguir uma religião e quando fores crescido logo escolhes se queres ser católico ou não mas comes, logo no dia em que nasceste, com o número de sócio de um clube de futebol e um cartão com uma fotografia de recém-nascido".  Nada disso. 

Ser adepta do Futebol Clube do Porto foi a primeira escolha (séria) que fiz na vida. Ninguém na minha casa era a favor da escolha, não havia nas nossas relações um portista que fosse- nada!- foi o meu primeiro grito de Ipiranga. Via-se muito futebol na minha casa (o meu avô e tios eram benfiquistas ferrenhos em geral e amantes do futebol em particular) e assim que comecei a perceber alguma coisa de equipas, planteis e clubes percebi que era aquele o clube que eu queria para mim, no tempo em que o Vitor Baía, o Fernando Couto davam cabo das hormonas das miúdas e o João Pinto, o Secretário, o Folha e o Domingos mostravam como é que se jogava futebol. E depois havia o Pinto da Costa. E eu gosto do Pinto da Costa, o mais carismático, o único presidente que mostra o verdadeiro amor que se tem a um clube, o com mais raça, o com mais paixão: O presidente.

Não venham já chatear com mimimis corrupção, mimimis apitos dourados porque no meio futebolístico, se formos por aí, somos todos do Grupo União Desportiva de Alcabideche e do União Recreativa e Cultural da Abrunheira. Siga!

Dá-se que o meu Porto anda num deserto. E as pessoas riem-se, gozam, troçam e dizem "incha Pacheco" como se isso mudasse, um milímetro de francesinha que fosse, o amor que tenho pelo meu clube. Não muda. Desde que nasci o FCP ganhou 20 campeonatos de Portugal, 12 taças de Portugal, 2 taças UEFA. Tem-me feito muito feliz, o meu Porto. E feliz de uma forma quase exclusiva, como só se sentem os portistas que vivem fora da cidade do Porto. 

Por isso, tal como num casamento, num compromisso a sério, o facto de não termos ganho nada nos últimos tempos não afecta rigorosamente nada a nossa relação. Nas relações sérias às vezes há "ram-ram", às vezes não há grandes novidades, às vezes "vai-se andando". Mas nas relações sérias, mesmo não havendo grandes ganhos, nada está perdido: porque o amor é tudo o que resta. Porque amar nas luas de mel é fácil, Continuar a amar em períodos de crise é que é duro. É que é amor.

Os outros ganham? Ainda bem para os outros. Se ganhássemos sempre seria a maior seca. Até porque, já se sabe, isto para ter graça convém não ganharem sempre os mesmos. Diz que assim o Mundo não tomba. 

Venha a próxima época! E nunca duvidem que pintos transformam-se, regularmente, em fénixs renascidas:  Avé Porto!


8 comentários:

Cláudia S. Reis disse...

Sou Benfiquista, numa família onde só eu e o meu pai não somos do Sporting. Nunca ninguém me encaminhou para clube algum e apesar dos muitos desgostos que já sofri nunca tive vontade de virar a casaca. Somos agora Tricampeões mas não posso esquecer todos os anos em que o Porto não dava espaço a ninguém para se chegar ao topo. O único problema do FCP ontem foi os pequenos erros que permitiram o Braga marcar sem que fizesse uma verdadeira jogada perigosa...

E não podia concordar mais com a última frase do texto: a prova está no Benfica que há umas épocas atrás ficava sempre aquém do que se esperava! Que venha a próxima época ;)

Teresa Pereira disse...

Adorei este texto :)E como vi um único comentário, vindo de uma benfiquista não podia deixar de comentar... Gosto ainda mais deste blog!!! FCP 4ever <3

Teresa Pereira disse...

Adorei este texto :)E como vi um único comentário, vindo de uma benfiquista não podia deixar de comentar... Gosto ainda mais deste blog!!! FCP 4ever <3

Nina disse...

AVÉ PORTO!!! :)

Mary disse...

Viva o nosso Porto ;)

Anónimo disse...

Muito obrigada! É isso mesmo, amor ao nosso Porto é, também, esperar que se reerga tal fénix renascida das suas cinzas!beijo e PUERTOOOOOOOOOOOOOOOOO

Vitor Lemos disse...

Este texto é sem duvida de louvar !!! Sou portista do norte em terra de benfiquistas...vi o meu porto ser campeao europeu duas vezes....campeonatos nos ultimos 30 anos..??? hui ate ja lhes perdi a conta!!! Mas como estava habituado sempre a ganhar, custa um pouco... ( mas tenho que admitir que nas ultimas conquistas,por se tornar tao banal, ate ja nem festejava....��)! Mas ate pode ser que a proxima conquista tenha um sabor muito mais especial !!! Um abraço a todos os portistas !! E força que melhores dias virao !!

BG disse...

Só retive a parte do secretaria ensinava como se jogava e já não consegui levar mais o texto a sério :) (provocacaozinha só, que isto do futebol tem piada com as pequenas picardias... Pequenas, que adultos a zangaram-se por futebol é coisa que me tira do sério!)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...