sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Filha de psicóloga sabe somatizar

"Mãe, estou cansada, não quero continuar a pintar"- diz-me na sala de espera do novo pediatra. 

Ele chama-nos à porta do consultório no preciso momento em que ela volta à argumentação:

"Doem-me as pessoas que estão dentro da minha cabeça, mãezinha!"



[Sim, tive que lhe explicar que a moça não tem vozes na cabeça e não tem, aos 4 anos, uma distúrbio mental mas que o episódio preferido dela do "Era uma vez a vida " é o dos neurónios...]

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...