terça-feira, 8 de novembro de 2016

Eu resumo...

... diz que esteve sempre no mato, que comeu nozes e castanhas, que sobreviveu com apenas 60 euros, que tomou banho no rio, que teve com balas a cruzarem-lhe o pêlo, que os pais nunca o ajudaram, que nunca ninguém o ajudou, que estava a dormir no carro quando os agentes da GNR o abordaram, que andou no meio das populações e ouvir falar dele próprio sem que ninguém o reconhecesse, que pediu carros emprestados, que nunca matou ninguém, que se assustou com a perseguição que lhe estavam a fazer, que fugiu porque temia pela vida, que tiraram ilações erradas, que se entregou agora perante as câmaras da RTP por questões de segurança e porque estava a ser ameaçado de morte sem razões nenhumas para tal.

Em suma:

O Robinson Crusoe de Aguiar da Beira não perdeu peso, não precisou de dinheiro para nada, não aparece sujo, escapou a tiros, não teve a ajuda de ninguém, é inocente, esteve rodeado de indígenas ignorantes, está saudável e tem confabulações próprias de quem tem uma psicopatologia grave. Acredito que terá feito isto tudo só com a ajuda de um clip. 


Passou, portanto, no casting para qualquer edição do "Survivors" que se venha a fazer.

Ou para McGyver do novo milénio, vá. 

1 comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...