terça-feira, 7 de março de 2017

Fado do aziado ou João Braga em dissonância cognitiva

João Braga escreveu há dias: "Agora basta ser-se preto ou gay para ganhar os Óscares".

João Braga é um sportinguista ferrenho. 

Como terá reagido João Braga à conquista de uma medalha de ouro de Nélson Évora e de um segundo lugar de Patrícia Mamona- atletas do seu Sporting- nos últimos dias?



1 comentário:

barcelence disse...

Não resisto, é que tem as palavras todas que pensei, mas ordenadas: escreve o 'Agathon', em comentário à revista Blitz "Agora basta ser-se racista e homofóbico para aparecer nas redes sociais. Aparentemente não lhe chegava ser medíocre como fadista e repugnante como pessoa". Pois, é que isto que o Sr Braga disse, há -de ter passado pelas mentes e bocas de muita gente só que, no caso dele, penso, será que o Sr tem assim tanto gosto e conhecimento de filmes, para se dar ao direito de se escandalizar? Eu já nem ponho a tónica nas palavras usadas. É mais, o que é que tu queres, ó Braga? É aparecer nas redes sociais usando um meio fácil e baixo? Não, o gajo não falava de filmes, concerteza.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...