quinta-feira, 8 de junho de 2017

Mea-culpa no Divertidamente



Só agora assistimos ao filme "Divertidamente".

A Ana perdeu o interesse a meio do filme e eu e mámen continuámos, entusiasmados, a visioná-lo até ao fim.

No fim mámen elogia o guião. Eu torço o nariz e contra-argumento que aquilo não está bem feito e que tem imprecisões.

"Como imprecisões?"- diz-me o psicólogo de serviço.

"Meu caro, na cabeça da mãe da Riley quem comanda o centro de operações é a tristeza. Toda a gente sabe que, para a história ser credível, só haveria uma personagem no cérebro da mãe. Uma personagem bem gooorda, espaçosa e amarela: a culpa. "



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...