quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Não sei se a recompense pela honestidade ou se a castigue pela falta de fé nos seu próprio comportamento

A Ana faz um disparate com a minha mãe e corre para o quarto, de onde regressa em 5 segundos com um papel na mão com a frase "Peço desculpas!"

A minha mãe visivelmente admirada: "Tiveste tempo para escrever esse bilhete, Ana?"

"Não avó, escrevi no outro dia depois de ter feito asneiras com a minha mãe mas guardei-o que uma pessoa nunca sabe quando volta a precisar..."


...

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...