sábado, 4 de setembro de 2021

Um avé às famílias monoparentais!

A uma escala laboratorial estive uma semana sozinha com a Ana em full time. Algumas conclusões:
- Acordava todos os dias mais cedo e sempre cansada. Deitava-me todos os dias mais tarde e exausta.

- Ao princípio parecia muito excitante e just girls e tudo e tudo mas ontem quando fomos apanhar o pai só me apetecia fazer um retiro de silêncio e clausura, tipo carmelita descalça. Até o voto da fome eu fazia, se ninguém me obrigasse a cozinhar.

- Tinha muitos planos para a casa ao princípio: destralhar os roupeiros, arrumar a garagem, dar um twist na decoração da sala. Tudo o que consegui foi manter a loiça lavada e as camas feitas todos os dias de manhã. E era tipo uma euforia como quando atingia todos os KPI na empresa...

- A minha mãe foi de férias com o namorado ao quarto dia da semana. Uma vénia a quem não tem os pais por perto para ajudar!

- O filtro do aquário do homem deu o berro e eu não dei por isso. Tenho algas e ranço no aquário mas os peixes ainda estão vivos, portanto, temos o mínimo olímpico no que aos pets diz respeito.

- O autoclismo estava a verter água e eu não tive força para fechar a torneira de segurança e não quis dar o flanco e pedir a ninguém. Só tinha um canalizador disponível para a semana e o Rui chegava entretanto. Temo pela conta da água

- Teletrabalho e Ana sem outro progenitor é impossível. Crashou-me duas reuniões importantes. Dei o corpo às balas e deixei-a ver mais TV que o desejava. Resultado: viu 64324 vezes o Mama Mia e agora já não quer ser chef de cozinha nem CEO nem acrobata do Chapitô a fazer números nos semáforos: quer ser cantora se musicais. E treina afincadamente em non stop.

- Substituir o "vai pedir ao pai" por "sim, tudo o que quiseres, desde que me deixes trabalhar, por favor!" rendeu-me três almoços de Telepizza, o fim de todos os meus boiões de máscara capilar, uma oficina de arte no quarto dela e um tapete cheio de pastel da mala de arte do pai dela (pastel do caro: vai-me matar!), alguma roupa em tie dye porque me queria ajudar a fazer uma máquina de roupa e eu gritei as instruções da sala para a cozinha e ela confundiu o amaciador normal com o amaciador com lixívia, o descaroçamento dos rolos de papel higiénico porque ela viu no YouTube Kids como fazer arte com os rolos e agora tenho papel higiénico desmoldado em todas as casas de banho e outras artes que tais.

- Viva o co-sleeping.

- Não sei como há pessoas que, sendo o outro progenitor saudável, rejeitam a partilha da guarda parental.

- Objetivo alcançado: sobrevivemos as duas!

- Independência e tal mas trabalho em equipa é que é: o casamento está subvalorizado! Viva o Rui.

Posso hibernar uma semana agora, Mamma Mia? 

Sem comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...