sábado, 2 de junho de 2012

Oh, Bryan Adams!

Tu sabes, meu grande querido, que não é por falta de amor incondicional, paixão platónica e- há que confessá-lo!- tesão refreada. 
Tu sabes que eu deliro contigo desde 1991, que vi o "Robin Hood, o príncipe dos ladrões" umas 6 vezes e aquela porra dos "Três Mosqueteiros" umas dez vezes em cinema só por causa da banda sonora e que "There's all for one, all for love" e o camandro, que não perdia um "Top +", um dominguinho que fosse. 
Tu sabes que fui ao concerto de 1994 no Estádio de Alvalade e o quanto me custou conspurcar os meus pés no estádio do Sporting, depois em 2005 voltámo-nos a ver e eu assumi a minha paixão por ti sem pudores, numa altura em que já era embaraçoso fazê-lo.
E sabes que tinhas os bilhetes para hoje, que estava a pensar levar um cartaz a dizer "Bryan, faz-me (outro) filho!" mas a minha obstetra é uma invejosa e proibiu-me de me meter em "confusões e apertos" e que seu eu fosse seria "à minha responsabilidade" e eu sou uma caguinchas, é o que sou. 
Mas Bryan, honey-bunny, estou ligadíssima à televisão e a criatura que transporto hoje leva uma overdose de músicas tuas a bem ou a mal e juro-te que- não me chame Pólo Norte!- a tipa vai ser tua fã incondicional e dá-nos meia-dúzia de anos que lá te iremos escutar, ao vivo, as duas. Seja onde for. 
Ah, e já agora: se vires aí dois caramelos a quem fui forçada a oferecer ofertei generosamente os bilhetes faz-lhes um piretezito, pode ser?

sábado, 5 de maio de 2012

Percebes que a ursa está acabadinha e perto do fim quando...




a tua grande amiga Bem Passada, a trabalhar na Tanzânia, decide borrifar-se para a quadripolarização e inicia o périplo da baby-quadripolarização.

sábado, 28 de abril de 2012

Filhos sobredotados: vejam com os V. próprios olhos!


As minhas amigas do coração  Almofariza e Susana foram quadripolarizar Toronto. E os herdeiros deram o rosto à tarefa de evangelização polarização.

Um beijinho enorme à Mariana, ao Tomás e à Isabelinha.Tia Pólo <3 you all!

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Trim, trim. Dói-dói.

Sabes que de manhã és uma pessoa completamente imprestável quando agarras no iPhone de brincar que a tua sobrinha Catarininha deixou em tua casa e o passeias durante todo o dia na mala, estranhando que o mesmo não toque, e sem reparares que deixaste o verdadeiro em casa.

QUEM CARALHO INVENTOU ESTAS CÓPIAS PERFEITAS DE TELEFONES PARA CRIANÇAS?

VOLTEM OS TELEFONES COM BOTÕES GIGANTESCOS E COLORIDOS E SONS DE ANIMAIS, POR FAVOR!

terça-feira, 6 de março de 2012

Pólo Norte ♥ Camarões


Um grande beijinho ao Ernesto porque quadripolarizar este país me parecia tão, mas tão improvável. :)

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

O Carnaval, as projecções psicanalíticas e os recalcamentos que me provocou a minha mãe


Acho que tudo começou no Carnaval desta fotografia. É o primeiro Carnaval de que me lembro, deveria ter uns 3 ou 4 anos, já não sei bem. Ao meu lado a minha educadora Teresa, de quem sinto umas saudades doidas até hoje.
Recordo-me que me queria mascarar de princesa. A minha mãe não assentiu: "Olha que giro que é este fatinho de criada". Não tive hipóteses e fui de criada, mesmo.
No ano seguinte o mesmo filme: de princesa, queria mesmo vestir-me de princesa. Fui de Emília do Sítio do Pica-Pau Amarelo, uma máscara de tal forma caprichada, que a minha mãe se deu ao trabalho de montar um sistema dentro das minhas tranças com arames, que quando eu puxava um arame, as tranças levantavam. Isso. Pois...
E o pedido vinha todos os anos: eu só queria mascarar-me de princesa. E a minha mãe assobiava para o lado. Mascarou-me de chinesa (com as botas ortopédicas fica creepy), de árvore de Natal (don't ask, até estrelinha pespegada no alto da pinha eu tinha...), de mosca (com um penico cheio de mousse de chocolate para compor o boneco), de balde da roupa suja (...), de viúva Porcina e fantasias afins. O grito de Ipiranga veio quando me mascarou de "combatente do Ultramar": fato verde tropa, boina, tatuagem de "amor de mãe" e... bigode! Bigode em mim- imagine-se!- que era a miúda mais feminina que se possa imaginar e que só queria ser princesa por um dia. 
No ano seguinte berrei, esperneei e teimei na fantasia de princesa. Negociámos uma "dama antiga". Não reclamei, teria um fato comprido e tule e folhos, de certezinha. O que a minha mãe não me explicou, e vim a descobrir apenas no próprio dia, é que a sua interpretação de dama antiga era "dama antiga dos cabarets": saia curta, ligas, luvas de renda, ar coquete e boquilha com cigarrilha em punho. Na prática, puta dos anos 40. Sem folhos, nem saias a arrastar pelo chão, sem cabelos aos cachos nem mantos. Nada. Na-di-nha.
Continuo a achar que a minha mãe condicionou a minha projecção no futuro. Criada. Checked. A ideia serviu para me fazer estudar o suficiente para não ter que servir ninguém. Árvore de Natal. Checked. Não sou de fios, nem de pulseiras, nem de berloques. Less is more. Combatente do Ultramar. Checked. Sou voluntária da Amnistia Internacional e a pessoa mais anti-guerra que se possa imaginar.
Os traumas resultaram perfeitamente em mim. Até acho que. à custa das minhas experiências carnavalescas, me tornei uma pessoa criativa e nada ressabiada. Mas garanto-vos, que um dia que a minha mãe seja velha e esteja num lar, irei fazer questão de participar nas actividades de Carnaval dos velhotes. 
E mascará-la-ei de princesa. Só por causa das tosses.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Depois de anos a chagar a minha melhor amiga da Guiné Bissau...

... que era inadmissível a Guiné ainda não estar quadripolarizada e isto e aquilo. Toma lá disto:


Mantanhas com sabor a mancarra ao Banjai!

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Porque é que odeio a minha caixa de SPAM? De vez em quando engole-me preciosidades destas!

"Queridinha Ursa, 

Temos te a dizer que somos tuas fãs no Facebook e leitoras diárias do teu Blog e tu és a MELHOR URSA à face da terra.

Como somos umas moçoilas, pouco dadas a viagens, à falta de melhor esta foto foi tirada no nosso 
 Emprego mesmo aqui em Odivelas, mas agora, finalmente, já podemos dizer que pertencemos ao Mundo Quadripolar, e é com muita devoção que te enviamos esta foto como prova de, também nós, sermos umas dignas Ursas Quadripolarizadas.


Nenhuma de nós tem blog, mas tu tornaste-te, numa leitura diária obrigatória, já nos rimos contigo e já choramos (de tanto rir), e apesar de não te conhecermos pessoalmente, temos a plena noção que tu és cá das nossas, daquelas que a malta diz que é boa gente...

Resta nos desejar te um 2012 em Grande e continua ai desse lado, que nós estaremos sempre aqui....

Beijos Quadripolares da Conguita e da Tininha"

Odivelas quadripolarizada? Checked!
Beijinhos da Ursa, girls!

domingo, 8 de janeiro de 2012

É nestas alturas que eu gostaria que o País Basco fosse independente (sempre seria outro país quadripolarizado)





"Na foto esta a minha filhota Mariana..e foi ontem há noite em frente ao Museu Guggeinhein, em Bilbao.
 
Perdoa a qualidade da foto..mas era de noite..e foi com telele Piscar o olho
(que os reis também estam em crise não puderam trazer machine nova)."
 

Beijinhos à Sónia. Muitos. 

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Ouro, incenso e... prenda da Pólo Norte!

Tinha uma prenda para V. oferecer a todos no dia de Natal. Na altura, por circunstâncias que já aqui falámos, não tive disponibilidade para o fazer.
E o Natal chega atrasado mas o Dia de Reis chega adiantado.
Já não há desculpa para não quadripolarizarem, que nem loucos, esse Mundo todo. Desmesuradamente. Vocês próprios e os V. amigos. Desconhecidos com quem se cruzem. Pessoas mais tímidas e todos os outros.

Enjoy e... que surpreendam-me!

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

A verdadeira pedagogia


"Olá.
Na impossibilidade de ir a Roma nos próximos tempos, resolvi quadripolarizar a minha turma de Latim do 10.º ano. A qualidade não está grande coisa, mas a intenção foi a melhor.
Beijinhos."

Ago gratias, Carla!
Tia Pólo <3 you all, coriscos mal amanhados!

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Acabado de ouvir no comboio...

Duas senhoras já entradotas a conversarem uma com a outra.

Senhora 1- Veja lá bem, D. Teresa que este ano o meu neto, o piqueno, o do meu filho Jorge, o que vive na Inglaterra, pediu-me uma "tablete".
Senhora 2- Uma tablete? Mas eles lá não tem chocolate?
Senhora 1- Isso pensei eu. Mas, não fosse o Diabo tecê-las, enviei-lhe uma daquelas grandes, da Toblerone, sabe? A D. Teresa não imagina o que eles se riram quando me ligaram a agradecer o presente.
Senhora 2- Então, mas porquê?
Senhora 1- Sei lá, mas são esquisitices da minha nora, quase que aposto consigo. E a tablete até foi cara...

(Cheira-me que um neto ficou agarrado ao chocolate em vez de ao computador. E o que me ri sozinha, caramba?)

domingo, 11 de dezembro de 2011

Ser quadripolar: da teoria à prática # 2

"Ora fui eu toda prendada ontem aos correios enviar os postais para o Polar Postcrossing. Para minha sorte, a senhora que me atendeu é uma conhecida da minha mãe, chatinha como tudo. Claro que tive que levar com as perguntas do costume: Então está tudo bem lá em casa blá blá o que andas a fazer com a tua vida? blá blá Já fizeste as compras de Natal blá blá. Como eu nunca fui conhecida pela minha paciência, disse à senhora que estava com pressa e que precisava de enviar aquelas duas cartas, uma delas endereçada à Pólo Norte.

Cusca e esperta que só ela, olha para o remetente e diz: "Pólo Norte?? Que se passa contigo? Vais enviar uma carta para o pai natal?" Eu já a puxar para o irritada respondi que a carta não ia para o Pólo Norte, estava apenas endereçada à Pólo Norte. Resposta:

- Está tudo bem contigo? Se precisas de alguém estamos todas cá para ti. Saio daqui a bocadinho, queres ir falar um bocadinho? Esta altura é complicada para todos nós."


sábado, 10 de dezembro de 2011

Sobre o Polar Postcrossing (já não falava disto há mais de 24 horas, pá!)

Copyright (c) to Bem Passada
Diz que o separador ali de cima já está actualizado. E cheira-me que para a semana é que vão chegar postais de forma massiva.

Disse-me, também, o meu sócio da empresa no offshore que chegaram uns 17 postais para a ursa. E uma encomenda com bolos caseiros de canela que espero me sejam entregues para a semana (se o tipo não se lembrar de os comer antes!).

Pólo Norte <3 you all!

domingo, 4 de dezembro de 2011

Porra, que ainda não afinei isto...

Há mais de um ano isto.

Hoje: isto?

Não era este, caramba!

Sra. Morte, que tal comprar um óculos novos?

Atenção, não tentem fazer isto em casa...

  • Isto é a rotunda do Marquês de Pombal, a rotunda mais movimentada de Lisboa:




  • Agora imaginem esta rotunda enfeitada para a quadra natalícia que se aproxima e com placas a dizer "Pólo Norte".
  • Agora leiam isto (carregar no link)
  • Agora pensem como a Pólo Norte: "Nããã, desta vez ninguém se vai chegar á frente. Malucos Quadripolares. mas não tanto!
  • Agora surpreendam-se: 



e como se uma quadripolar não chegasse:


E sai um almoço para a Marta e para o Carlos, porque "o prometido é de vidro"! ;)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...