sexta-feira, 1 de abril de 2016

Com a verdade m'enganas (ou a apologia às verdades inacreditáveis)

Fui a Virgem Maria, quatro anos seguidos, no presépio vivo da escola primária (sim, no meu tempo era verosímil que a Virgem fosse loira e com botas ortopédicas) | Encontrei um ex-namorado numa prisão (ele estava preso, não eu). | Já vi à venda numa montra um sabor de gelado "Pólo Norte" em honra à minha personagem blogosférica (obrigada Gelados do Chef Nino!). | Casei uma vez e recasei outra.. com o mesmo homem (tem um lugar no céu garantido, é limpinho!) | Sobrevivi a cinco paragens cardíacas com direito a reanimação e tudo e ainda a 18 anestesias gerais (sobrevivi mas fiquei com a cuca afectada, não há cá milagres!). | Fui Miss Vagueira há vinte anos e quarenta quilos atrás (agora imaginem como era a concorrência...). | Fui militante de um partido de direita (e entretanto vi a luz!) | Sei sacar cavalinhos e dançar em cadeira de rodas. | Já me apaixonei pelo meu melhor amigo (post it mental: lembrar a Ana, quando for tempo disso, para não fazer a mesma cagada!) | Assisti ao "Frozen" (seguramente) mais de 100 vezes, E não, não é hipérbole! | No liceu era marrona e chata. | Fui convidada a sair de uma tuna (na faculdade não era marrona nem era chata!) | Fui a um casamento de pessoas que conhecera, três dias antes, num bar no Bairro Alto (e foi bem giro o casamento!) | Já tive aulas meses seguidos deitada numa maca no hospital (e deviam ver a dificuldade que é manter o estado de vigília a aprender tabuada deitada e tapadinha...) | Assisti a um espectáculo de dança do varão | Já comi bifes de golfinho (e pensei que era atum e soube-me mesmo bem, glup!) | A minha casa foi assaltada e fiquei sem nada, quando a minha filha tinha apenas 1 mês de vida (até o frigorífico me roubaram, foi uma festa!) | Já recebi largas centenas de postais de Natal | Organizei uma festa de aniversário para centenas de convidados | Sobrevivi a um tremor de terra (sim, açorianos, chamem-me fraquinha mas aquilo foi quase 6 na escala de Richter) | Ser mãe foi a melhor coisa que me aconteceu na vida | I don't give a fuck, ou seja, estou-me a borrifar para a maioria das coisas que não interessam para nada, o que significa que me interesso por muito poucas coisas |Se a minha mãe não lesse este blog este post seria beeem diferente| Estou de bem com a vida. 



2 comentários:

Cora Coral disse...

Creeedo!🙈🙉🙊 "Não sei se diga, se faça ou se vá"...😸😸😸

Joana Sousa disse...

Mas que belo resumo!

Qual era o partido, já agora? :p

Jiji

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...