domingo, 28 de outubro de 2012

Em franciú é mais trés chic, mon Dieu que finésse!





"Querida Ursa,

Desculpe falar-lhe desta forma quase íntima, mas já faz parte do meu dia-a-dia há mais de um ano ler o quadripolaridades! :) Assim sendo, e apesar de ter sido  sempre uma leitora silenciosa até ao momento (preguiça,timidez, admiração quadripolar, não sei explicar ao certo...), decidi quebrar esta ligação unilateral e retribuir os momentos de diversão e calma que sinto ao lê-la!

Quadripolarizei a Suiça, como já tinha prometido pela Facebook esta semana! Só estava há espera pelo fim de semana para conseguir as paisagens mais bonitas da região! As fotos foram tiradas onde vivo há uns meses, no cantão do Valais e mais precisamente na cidade de Sion, capital do cantão.

Espero que toda a família quadripolar goste! Aproveitei e anexei também uma foto recente com duas gatas de nome proibido, em estado maquiavélico, julgo que assim não há problema! :)

Desejo-lhes muitas felicidades a todos: Pólo Norte, SeuMen e Ana BabyBear! Adoro sinceramente o blog pela genuinidade e todas as facetas que deixa transparecer nele, está cada vez melhor! Fora de série mesmo!

Um grande Beijinhos dos Alpes, e que se sigam muitas postagens para os leitores fiéis pf!

Inês Figueiredo"

Ici bisous, mon cher!

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Status da evangelização quadripolar

Em três anos de blog: 28 países quadripolarizados e 12,4% do Mundo é quadripolar!

Alguém irá visitar países "virgens"? Alguém vive em países não quadripolares?

Do que estão à espera, caramba?

sábado, 13 de outubro de 2012

Botswana? Onde é que isso fica? Who cares? Está quadripolarizado!






"Querida Ursa,

bem sei que estou em falta porque ainda não quadripolarizei o país onde estou a viver, a África do Sul, mas só me lembro disto quando atravesso fronteiras!

da última vez foi a Namíbia, desta feita temos o Botsuana! 

infelizmente não encontrei ninguém junto à entrada da Univ. (era domingo!!) e tive que ser eu mesma a declarar, uma vez mais, o carinho quadripolar que por ti nutro!!! 

um beijinho,

D"


Beijinhos para a D. mais linda!

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Quadripolarize a sua praia: Meco


"Ursa, como não sei se a praia do Meco já foi quadripolarizada, aqui vai a minha humilde contribuição.

Não deixes a baby-bear ver a imagem, é só para maiores de 18 ;)

Cumprimentos quadripolares,

Sílvia"

Beijinhos descascados para a Sílvia Tavares

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

República Checa? Quadripolarizada!



Um grande beijinho para a Ana Luisa Gonçalves que quadripolarizou Jicin na República Checa

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Quadripolarize a sua praia: Praia de Santa Eulália





"Viva!!
Sendo eu leitora assídua do teu blog, aqui fica a minha contribuição para a quadripolarizacao das praia (e nao só!)
Aproveito naturalmente para desejar as maiores felicidades a família polar, agora com um novo membro!
Um grande beijinho 
Carla Freitas"


Um beijo e um queijo à Carlinha.

Uma quadripolarização das Arábias




"Olá estou na Arábia Saudita e não podia perder a oportunidade de "quadripolarizar".
Como é proibido fotografar em praticamente todo o lado o que de melhor se conseguiu ( e bem à socapa) foi esta foto na praia (já reparaste no que está lá ao fundo? Isso mesmo que estás a pensar. Baterias anti-aéreas).
Muitas felicidades para os três (Ursa, Mámen e pequena Ana) e que tudo corra bem na nova casa!"


Um grande beijinho à Dorothy Parker!

domingo, 7 de outubro de 2012

O cúmulo da quadripolaridade



"Olá Polo Norte!

Já ando para te enviar este e-mail há tanto tempo, mas foi passando. Em primeiro lugar, espero que esteja tudo bem com vocês (um beijinho especial para a Ana!).

Tal como para ti, este foi um ano especial para mim. No dia 26 de Julho, casámos em Veneza. Foi o concretizar de um sonho, um dia muito bonito e especial. E como forma de te mostrar que também tu és especial e fazes parte da minha vida (tu e agora a Ana!), venho provar que nesse dia lembrei-me de ti! hehe Aqui vai uma foto, tirada no nosso dia, na Praça de S. Marcos! (Sim, eu, com o meu vestido, e já de aliança no dedo! - desculpa a má qualidade da foto e a ausência do acento em "Pólo" hehe)

Entretanto, em lua-de-mel aproveitei para quadripolarizar Verona. (O papelinho usado é um bilhete de vaporeto!)

Beijinho grande,

Há maior quadripolaridade que quadripolarizar vestida de noiva? I ♥ Mónica!

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Foi há um mês...




Se Pólo Norte (este ano) não foi à Festa do Avante...

... a camarada quadripolar Sibila trouxe a Festa do Avante à Pólo Norte!

Obrigada miúda gira e fresca! (Pffff, falece!)

Quadripolarize a sua praia: praia de Porto Santo


"Olá Pólo!
Mesmo mesmo no finzinho das minhas férias, aqui vai mais uma maravilha de Portugal quadripolarizada: Porto Santo! E com direito a figurantes internacionais e tudo, eh eh.
(envio este mail agora já de noitinha para não azarar... A primeira mensagem que te enviei foi a 13 de setembro... Uiii)
Beijinhos da madeirense que trocou (temporariamente) de ilha,
Tomásia"
Beijinho com sabor a poncha para a Tomásia

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Quadripolarize a sua praia- praia de Labruge



"Olá Ursa,
 
Em anexo umas fotos na praia de Labruge, pertinho de Vila do Conde.
Minutinhos mais bem passados, onde a praia "parou" para ver o que aquela "miúda" estava a fazer...
E lá tive de divulgar o teu blog.

Felicidades :)

Andreia Monteiro"

domingo, 30 de setembro de 2012

Quadripolarize a sua praia- Praia da Comporta



[Chegada de férias, é hora de mandar a fótinha à Polo Norte.] 
 "Olá Pólo Norte, 
 Já andava para Quadripolarizar uma terra perto de mim à algum tempo, mas ainda não surgiu o momento. Como saiu o desafio de Quadripolarizar uma Praia, então eu e a minha amiga Patrícia, resolvemos Quadripolarizar a Comporta. Não sabendo ou não se já o tinham feito, arrisquei. 
O Senhor que aparece ali no meio daquelas ondas, não o conheço e ficou automaticamente Quadripolarizado também. 
Ele fez questão de aparecer em todas as fotos que tirei. 
Um beijinho, Ana e Patrícia"

Um beijinho às meninas e nham nham ao maduro surfista,

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Ser optimista: Pólo Norte explica em post dirigido a Mámen

Respondendo a isto, aqui vão as vantagens de termos sido assaltados (ah, pois é, eu consigo ver vantagens!):

Forças de contenção (diz ele)

1. Entraram-nos em casa e violaram a nossa intimidade
2. Levaram-nos os dois computadores (o meu com um CD com um jogo de estratégia no qual eu era viciado) e o Ipad
3. Levaram-nos o frigorífico
4. Levaram as jóias da Pólo Norte
5. Levaram uma fotografia da Pólo Norte numa moldura da Vista Alegre
6. Levaram-nos o plasma
7. Levaram-nos a Wii, o respectivo tapete e as respectivas raquetes
8. Não voltámos a dormir naquela casa porque Pólo Norte sente-se insegura
9. Tivemos que encontrar uma nova casa e esta é ligeiramente mais pequena
10. Tivemos que mudar de casa e gastei a última semana das minhas férias a arrumar tralha e a acartar caixotes
11. Entre limpezas, pinturas na casa nova e arrumações, a Ana teve que ficar mais tempo com a avó e a tia em vez de estar sempre connosco
12. Partimos a cama da casa antiga nas mudanças
13. Andamos estafados


Forças de propulsão (digo eu) 

 1. Ainda bem que a casa estava desarrumada. Como já não voltámos a viver na casa assaltada foi menos uma tarde de arrumações que gastámos. 
 2. Há lá melhor desculpas para comprarmos um Ipad? E, já se sabe, que com um bebé pequeno não dá para passar tempo em jogos de computador. Assim, ao menos, não te ficas a lamentar que nunca mais pegaste no jogo porque... não há jogo! E lemos mais antes de dormir à noite, reparaste?
 3. Não precisamos de inscrever a miúda na seita nos escuteiros quando crescer porque, com um mês, já aprendeu connosco regras de sobrevivência. Reparaste que não comemos gelados? Nem comida congelada pré-feita? Queres lá melhor método de dieta pós-parto? 
 4. Ficaste tu para me repores o stock. Já não te podes queixar que não tens ideias do que me oferecer em ocasiões especiais! Repões todos os anéis, pulseiras, colares, contas, medalhas e afins que foram roubados com a garantia que vais acertar em cheio no meu gosto. Só vantagens! 
 5. A moldura era feia. Tinha sido prenda de casamento da minha madrinha e tinha valor sentimental mas era feia. Molduras de vidro são feias. E a fotografia é uma boa desculpa para se aparecerem fotos minhas descascada em sites duvidosos (que uma pessoa teve uma vida sexual passada animada!), alego logo que é montagem feita pelos bandidos. 
6. Li o livro do clube de leitura quadripolar de Agosto e de Setembro de uma assentada só. Perdemos a Casa dos Segredos mas, pelo que vi, não perdemos nada de especial. Ficámos sem saber que aumentaram a Segurança Social, a TSU e vivemos felizes e ignorantes uns dias. Ficámos sem ouvir notícias do Governo e do Pedro Passos Coelho e foi uma paz de espírito, feitas as contas. 
 7. Já não temos que levar com os filhos dos amigos a quererm jogar wii durante horas e a obrigarem os pais a fazerem noitadas em nossa casa quando já nos apetece despachá-los e ir dormir. Os miúdos sem entretenimento ficam aborrecidos e pressionam os pais a irem para casa assim que começam a ficar rabugentos e chatos a horas decentes. A balança do tapete da wii tinha o registo do meu peso nos últimos meses e isso deprimia-me. As raquetes não serviam para grande coisa. Raquetes por raquetes prefiro aquelas electrificadas que servem para matar moscas, sabes? 
 8. Estava farta daquela casa. Já não aguentava as putas das flores de vinil que colámos na parede e que não conseguíamos retirar sem o estuque vir todo atrás. O chão era feio e tinha pouca luz. Tomar banho de banheira gasta muita água e é mau para o planeta Terra e nesta, como só temos cabine de duche, não caímos na tentação e aumentamos a nossa pegada ecológica.
 9. Casa mais pequena = menos porcaria acumulada, menos para limpar. Menos espaço implica que teremos que arrumar O CANDEEIRO na arrecadação, porque nesta nova casa não poderá ter o destaque que merece. Casa mais pequena implica que vamos deixar de ser cocós e acelerarmos a construção da casa nova, não nos prendendo com tantos detalhes. 
 10. Qual Holmes Place e Personal Trainer e o camandro! Reparaste no exercício que fizemos? Nas calorias perdidas? Viva a ginástica pós-parto a preço zero! 
11. Pudemos comprovar a qualidade pedagógica e de mimo da minha família. Pudemos comprovar que a Ana nos prefere (mais a mim que a ti, bem sei...) e que já nos reconhece. Tivemos tempo a dois (ok, a acartar porras mas ainda assim a recomeçar a dois e somos bons em recomeços!).
 12. Vamos arranjar umas espectaculares paletes e construir o sommier ecoklógico que queríamos construir há séculos. Agora temos desculpa porque estamos depenados! 
 13. Somos felizes, pá!.

Quadripolarize a sua praia- Praia da Morena


Beijinho bom à Ana Horatio e à Margarida tremoceira.

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Quadlipolalização de pôr qualquer um de olhos em bico


"Olá!
Antes de mais parabéns pela nova "aquisição" familiar! ;) Muitas felicidades para todos e rápida recuperação para a recém-mamã :)
E agora para o que é realmente importante ;) estive na China nas últimas semanas e tentei quadripolarizar a muralha da China... a foto não ficou nada de especial (pelo que peço as minhas sinceras desculpas) mas foi boa a intenção :)

Bjs
Cláudia"

Cláudia chao mins de beijos para ti, milheri!

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Cascais, Toy, AlphaVille e ... oh céus!

Hoje, em Alcabideche, canta o Toy nas festas da Nossa Senhora do Cabo. Ouvi-o assim que fui à janela,  pegámos no carro e na miúda e viemos até Cascais. 
Em Cascais, já instalados na esplanada do Jardim da Cerveja, ouvem-se agora os cantores dos anos 70 do Remember Cascais com "Forever young" e "I'm feeling like a fool, bye bye daddy cool". 
Temo ir até ao Estoril. Dentro do espírito burlesco que assolou a linha nesta sexta-feira, será que o Boy George ainda é vivo?

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Morra a gata. Morra. Pim.

Hoje foi o dia em que soube que se quiser desactivar o airbag do Smart tenho que adquirir uma cadeirinha da marca. Isto seria tudo lindo e maravlihoso se não tivesse já comprado um carrinho trio que inclui o ovo que, aparentemente, serve para todos os carros. Excepto os da Mercedes. 
Fodida Furiosa com a coisa lá fui saber o preço da cadeirinha Smart que sou obrigada a comprar se quiser transportar a criança. 350 euros. Assim, 70 biscas, à antiga. Praguejei muito e adiei a compra. (Dará para  encaixar  miúda no porta bagagens?)
Decidi aliviar a frustração procurando aqueles estores com ventosas para tapar o sol e pespegar no vidro de carro de Mámen. Ainda fodida com a história do Smart Ainda frustrada com a história do Smart não me contive quando só encontrei estores cheios de bonecadas, 99 % dos quais em que a protagonista é... a Hello Kitty (estou a cuspir no chão neste momento depois de ter escrito estas duas palavrinhas).
A partir de agora serei conhecida no Toys R' Us do Cascaishoping como a "maluca que gritou: Morra a Gata. Morra. Pim!"
Pólo Norte- muito gosto e puta que pariu este dia. 

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Quadripolarize a sua praia- Praia de Miramar




"Olá querida Ursa,

Depois de ter visto no domingo no facebook o desafio da quadripolarização da praia, hoje lembrei-me disso e toca a quadripolarizar a minha...
Ou isso, ou então, como manter um puto de 7 anos ocupado enquanto não pode ir para a água...
A praia quadripolarizada foi a praia de Miramar em VNGaia.
Espero que tenhas gostado.

Beijinhos

Su"

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

O plantel do Estoril-Praia que se ponha a pau ou ainda bem que acabou a volta à França em bicicleta

Hoje estacionei o carro em Cascais. Paguei parquímetro e fui à minha vida. No regresso, ali estava ele, o belo do carro quinado no pára-choques.Pensei logo para mim que algum filho da puta me tinha batido e fugido mas eis quando vejo o carro estacionado ao lado com a amolgadela respectiva. 
Ok, o cabrão bateu e estacionou, desprezando a esfoladela que tinha dado no meu. Nem um bilhete, nada. Decidi esperar que o condutor voltasse ao carro. Esperei até ao final da hora de vigência do bilhete do parquímetro. Nada. Eis que chega uma senhora que tinha estacionado perto de nós e se oferece como testemunha, confirmando que assistiu ao "xoxo" e que o homem (só podia ser gajo) bateu, desprezou mesmo a batida e foi à vidinha dele. Acrescentou que o mesmo envergava uma t-shirt amarela. UI, O QUE ELA ME FOI DIZER...
A partir daí foi o descalabro: interpelei todos os homens de camisola amarela que por mim passaram (e não foram assim tão poucos, credo. O amarelo esta na moda, é?) Mámen dizia-me que estava com um semblante tão desfigurado que mesmo que o condutor se aproximasse, assim que eu o interpelasse, ele não acusaria a propriedade do carro e preferia ir a pé para casa. 
Duas horas depois desisti. Assim que vi o comboio ali na estação e Mámen, armado em espirituoso, me disse "olha, amarelo!" e eu desatei a fitar o trem, tipo touro a mirar pano vermelho, achei que já me estava a passar mesmo. Para além do mais, era hora do banho da miúda e havia outro "amarelo" para limpar. Deixei bilhete entalado no pára-brisa do carro com o meu contacto mas, até agora, nada. 
Fui mais tarde fazer participação na brigada de trânsito. Amanha vou à seguradora. 
Mas amanhã, pelo sim pelo não, evitem vestir amarelo. 

La famiglia e heranças surreais

Aquilo não era um candeeiro. Era O CANDEEIRO. Jazia na casa da minha tia-avó que nos visitava todos os Agostos, depois de um ano inteiro emigrada em Londres. 
A minha tia-avó era uma das minhas pessoas favoritas em criança. Primeiro, porque sacava notas amachucadas escondidas no soutien para mas dar às escondida do meu tio. Depois, porque cedia aos meus caprichos mais extravagantes de mini-diva, como naquele Natal de 1988, em que me ofereceu um casaco de peles verdadeiras. Que a minha mãe- essa grande desmancha-prazeres- só permitiu que visse a luz do dia no Carnaval, a propósito de uma máscara de viúva Porcina. E em terceiro lugar, por causa dO CANDEEIRO. 
O candeeiro era, aos olhos de uma criança, um objecto fascinante. Tinha uma mulher nua no meio que, iluminada, fazia chorar a gaiola onde estava encarcerada. Uma visão romântica da luminária, bem sei. Sempre que chegava a casa da tia ia a correr para a sala, sentava-me no sofá ao lado da mesinha onde repousava o candeeiro, ligava-o e ficava largos minutos a contemplá-lo.
Hoje foi o "welcome lunch" de família da Ana.  Prendas de uns e de outros para a miúda, para mim, para mámen. E, depois de um discurso da minha tia sobre a minha infância, ali estava ele, herança quadripolar. 
Apresento-vos a nova peça de design vintage, da categoria "tão-mau -que-passa-a-ser-bom-onde-é-que-vou-enfiar-este-trambolho?", que mora cá em casa- O CANDEEIRO:



(Se fizerem questão filmo O CANDEEIRO em plena actuação com as suas lágrimas de óleo. É pedirem!)


domingo, 26 de agosto de 2012

Quadripolarize a sua praia- La plage d'argent


"Bom-dia, alegria!
Na saga da quadripolarização das praias, porquê pensar pequenino? Porquê quadripolarizar as nossas praias quando a Ursa pode governar o mundo balnear do planeta, pá?
A Ursa esteve em Porquerolles (escrevi mal na areia, mas mal tinha espaço para escrever tamanho era o número de gente a tostar ao sol), mais concretamente na La plage d'argent, coisa boa portanto, atendendo a que estamos em crise no nosso país. Peço desculpa pela qualidade não ser melhor, mas os franciús estavam todos a ocupar o lugar e ficaram curiosos pela única gaja de fato de banho (aqui a burra da je) andar a escrever na areia e a tirar fotografias.
Um bjim para ti e para a tua prole,

domingo, 19 de agosto de 2012

Quadripolarize a sua praia- Praia do Ancão

Solidários com o facto da Pólo Norte ainda não ter retirado os agrafos daquela que foi, em tempos, a sua barriga e é hoje uma coisa mal engembrada que não se pode passear, por enquanto, em bikini, os queridos quadripolares iniciaram o movimento "Quadripolarize a sua praia!".
E, que comece o regabofe:


"Olá!
Botoxland quadripolarizada!
Beijinhos da Storyteller e da Mini-Storyteller (sombra)"

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Orgasmo lésbico, mojitos, psicóloga especializada em comportamento de massagistas, máquinas de fazer pipocas e afins

Saí de casa dos meus avós em 2005. Desde então, tenho lutado, ano após ano, para que no Natal e no meu aniversário a família mais próxima não me ofereça coisas para a casa. O argumento é o mesmo desde há sete anos: não é a casa que faz anos, sou eu. E os avós, a mãe e a tia sempre perceberam a coisa. 
Mámen está formatado e, desde que me conhece, que consegue ser o tipo mais exímio na arte de acertar nas prendas. 
O namorado da mãe, por sua vez, encontra-se no extremo oposto. À pála disso já recebi um pijama da Hello Kitty e, o ano passado, ofereceu-ME um comando extra para a Wii, justificando que era para a minha mãe "ir lá a casa" jogar comigo. Grande cabrão!
Este ano a família começou a sondar-me. "Ah, ainda te faltam os intercomunicadores? Queres como prenda de aniversário?" ou "Vi uns fatinhos giríssimo na "Laranjinha". Queres um vale de oferta como prenda de anos?". 
Resposta: não! Sou eu quem faço anos, não é a Ana. "Ah, quem meus filhos beija, minha boca adoça!"- respondeu, ofendida a minha mãe. Disse-lhe que sim senhora, que tinha razão, que no aniversário dela ir-LHE-ia oferecer  um vale de oferta da Lanidor para que ME pudesse comprar roupinha à vontadex. "Para ti? Isso tem lá algum jeito?", ripostou, ofendida. "Ah mãe, quem tua filha beija, tua boca adoça!". 
Ontem fui "enjoiar" a prenda da minha amiga Xuxi. Aparentemente, a minha amiga mais recente mas a única que acertou na mouche. Tive um orgasmo proporcionado por uma mulher. 
Ok, ela era massagista e o  orgasmo foi de foro muscular mas, a verdade, a verdadinha, foi que, se retirar a parte em que ela me contou a vida dela  toda e pediu um bocadinho de terapia de marquesa, as duas horas de esfreganços, óleos, drenagens e apertos vários foram das melhores coisas que me fizeram nos últimos meses. E note-se que a duração da massagem era, originalmente, de 45 minutos. Xuxi, obrigada! És ab fab, dear!
Cheguei a casa a levitar. Agarrei num copo cheio de gelo e emborquei um mojito sem álcool enviado pela minha amiga Xana. Outra que sabe da vida! 
Aos 32 anos, percebo aquela coisa de que os amigos, às páginas tantas, nos conhecem melhor os gostos e os desejos que a família. Quase que posso jurar que o novo aspirador oferecido pela minha mãe ("ah, não queres prendas de mãe, então levas com prendas de dona-de-casa, para aprenderes!") se ria para mim, ao fundo da sala, ainda dentro do caixote. Bem como a nova máquina de fazer pipocas.
E eu nem gosto de pipocas. 

quarta-feira, 11 de julho de 2012

TPA: definição

A tensão pré-aniversário (conhecida pela sigla TPA) é uma síndrome que atinge pessoas lúcidas e que ocorre, em maior ou menor grau, nos anos que sucedem o 30º aniversário . É caracterizada por uma irritabilidade e ansiedade mais acentuadas, bem como manifestações físicas, como por exemplo azia, náuseas e cefaleias. Decorre do aumento de peso, aparecimento de primeiros cabelos brancos ou mesmo início de calvície no que diz respeito ao sexo masculino, menor resistência depois de uma noitada, primeiras rugas de expressão e gravidade nas maminhas, no caso das mulheres e do perímetro abdominal, no caso os homens. 
Sintomas associados: depressão, necessidade de fazer um corte de cabelo, ansiedade generalizada com recurso a compras desenfreadas no shopping, necessidade de recorrer a confabulação no que se refere à verbalização do número de anos a celebrar, transtorno do pânico, transtorno quadripolar. 
Causas médicas: acumulação de dias no couro.  

(Pronto, como diz mámen "estou às portinhas da morte"!)

segunda-feira, 9 de julho de 2012

A leitora mais quadripolar de todas

Casa-se.
Vai de lua-de-mel.

"A bordo do aviao da Tap com destino a Miami e aparece-me isto no ecran :) "
 "Ora então na Ocean Drive com vista para as palmeiras :) "


"E agora com vista para o outro lado, o restaurante cubano propriedade da Gloria Estefan onde almocei hoje e onde ontem almoçou o Mourinho (e ele nem quis quadripolarizar isto!!)
"Olha o nome do sitio onde almocei hoje em Miami beach :)"

" Nas Bahamas- só para ti!"

E, nos intervalos do mel, quadripolariza tudo a que tem direito.

Kelle, és a máior! Pumba, Miami está quadripolarizado!!

domingo, 1 de julho de 2012

Sabes que és quadripolar quando...

alguém te diz "É um badá, um badeum, badá" e tu continuas a cantar a letra non sense sem te enganares e com uma alegria esfuziante. 

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Amor (cego) é...

Mámen comprar-me uma camisa de noite linda e oferecer-ma para eu ter o outfit mais giro do hospital.

O tamanho ser o "S".

...

...

...

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Humor de bata branca

Polo norte- Nao desfazendo, quando é que faço check-out aqui do hotel de cinco estrelas?

Médica- Como é uma cliente VIP prolongamos-lhe a oferta da estadia, pelo menos, durante o fim de semana. E não faça essa cara que ao fim de semana as diárias são mais caras...

Polo Norte comenta a evolução do seu quadro clinico em linguagem dejogador de futebol

Uma alegria. Objectivo cumprido. Infecção fora do rim. Soro na veia. Antibiótico na veia. Tranquilidade. Etapa cumprida. Um passo de cada vez. A força do colectivo médico. Resultado justo Agora pensar na próxima etapa. Pés assentes na terra.

(Nao é difícil: é só suprimir o uso de uma data de verbos. E usar, pelo menos uma vez, o termo "tranquilidade".)

sábado, 2 de junho de 2012

Oh, Bryan Adams!

Tu sabes, meu grande querido, que não é por falta de amor incondicional, paixão platónica e- há que confessá-lo!- tesão refreada. 
Tu sabes que eu deliro contigo desde 1991, que vi o "Robin Hood, o príncipe dos ladrões" umas 6 vezes e aquela porra dos "Três Mosqueteiros" umas dez vezes em cinema só por causa da banda sonora e que "There's all for one, all for love" e o camandro, que não perdia um "Top +", um dominguinho que fosse. 
Tu sabes que fui ao concerto de 1994 no Estádio de Alvalade e o quanto me custou conspurcar os meus pés no estádio do Sporting, depois em 2005 voltámo-nos a ver e eu assumi a minha paixão por ti sem pudores, numa altura em que já era embaraçoso fazê-lo.
E sabes que tinhas os bilhetes para hoje, que estava a pensar levar um cartaz a dizer "Bryan, faz-me (outro) filho!" mas a minha obstetra é uma invejosa e proibiu-me de me meter em "confusões e apertos" e que seu eu fosse seria "à minha responsabilidade" e eu sou uma caguinchas, é o que sou. 
Mas Bryan, honey-bunny, estou ligadíssima à televisão e a criatura que transporto hoje leva uma overdose de músicas tuas a bem ou a mal e juro-te que- não me chame Pólo Norte!- a tipa vai ser tua fã incondicional e dá-nos meia-dúzia de anos que lá te iremos escutar, ao vivo, as duas. Seja onde for. 
Ah, e já agora: se vires aí dois caramelos a quem fui forçada a oferecer ofertei generosamente os bilhetes faz-lhes um piretezito, pode ser?

sábado, 5 de maio de 2012

Percebes que a ursa está acabadinha e perto do fim quando...




a tua grande amiga Bem Passada, a trabalhar na Tanzânia, decide borrifar-se para a quadripolarização e inicia o périplo da baby-quadripolarização.

sábado, 28 de abril de 2012

Filhos sobredotados: vejam com os V. próprios olhos!


As minhas amigas do coração  Almofariza e Susana foram quadripolarizar Toronto. E os herdeiros deram o rosto à tarefa de evangelização polarização.

Um beijinho enorme à Mariana, ao Tomás e à Isabelinha.Tia Pólo <3 you all!

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Trim, trim. Dói-dói.

Sabes que de manhã és uma pessoa completamente imprestável quando agarras no iPhone de brincar que a tua sobrinha Catarininha deixou em tua casa e o passeias durante todo o dia na mala, estranhando que o mesmo não toque, e sem reparares que deixaste o verdadeiro em casa.

QUEM CARALHO INVENTOU ESTAS CÓPIAS PERFEITAS DE TELEFONES PARA CRIANÇAS?

VOLTEM OS TELEFONES COM BOTÕES GIGANTESCOS E COLORIDOS E SONS DE ANIMAIS, POR FAVOR!

terça-feira, 6 de março de 2012

Pólo Norte ♥ Camarões


Um grande beijinho ao Ernesto porque quadripolarizar este país me parecia tão, mas tão improvável. :)

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

O Carnaval, as projecções psicanalíticas e os recalcamentos que me provocou a minha mãe


Acho que tudo começou no Carnaval desta fotografia. É o primeiro Carnaval de que me lembro, deveria ter uns 3 ou 4 anos, já não sei bem. Ao meu lado a minha educadora Teresa, de quem sinto umas saudades doidas até hoje.
Recordo-me que me queria mascarar de princesa. A minha mãe não assentiu: "Olha que giro que é este fatinho de criada". Não tive hipóteses e fui de criada, mesmo.
No ano seguinte o mesmo filme: de princesa, queria mesmo vestir-me de princesa. Fui de Emília do Sítio do Pica-Pau Amarelo, uma máscara de tal forma caprichada, que a minha mãe se deu ao trabalho de montar um sistema dentro das minhas tranças com arames, que quando eu puxava um arame, as tranças levantavam. Isso. Pois...
E o pedido vinha todos os anos: eu só queria mascarar-me de princesa. E a minha mãe assobiava para o lado. Mascarou-me de chinesa (com as botas ortopédicas fica creepy), de árvore de Natal (don't ask, até estrelinha pespegada no alto da pinha eu tinha...), de mosca (com um penico cheio de mousse de chocolate para compor o boneco), de balde da roupa suja (...), de viúva Porcina e fantasias afins. O grito de Ipiranga veio quando me mascarou de "combatente do Ultramar": fato verde tropa, boina, tatuagem de "amor de mãe" e... bigode! Bigode em mim- imagine-se!- que era a miúda mais feminina que se possa imaginar e que só queria ser princesa por um dia. 
No ano seguinte berrei, esperneei e teimei na fantasia de princesa. Negociámos uma "dama antiga". Não reclamei, teria um fato comprido e tule e folhos, de certezinha. O que a minha mãe não me explicou, e vim a descobrir apenas no próprio dia, é que a sua interpretação de dama antiga era "dama antiga dos cabarets": saia curta, ligas, luvas de renda, ar coquete e boquilha com cigarrilha em punho. Na prática, puta dos anos 40. Sem folhos, nem saias a arrastar pelo chão, sem cabelos aos cachos nem mantos. Nada. Na-di-nha.
Continuo a achar que a minha mãe condicionou a minha projecção no futuro. Criada. Checked. A ideia serviu para me fazer estudar o suficiente para não ter que servir ninguém. Árvore de Natal. Checked. Não sou de fios, nem de pulseiras, nem de berloques. Less is more. Combatente do Ultramar. Checked. Sou voluntária da Amnistia Internacional e a pessoa mais anti-guerra que se possa imaginar.
Os traumas resultaram perfeitamente em mim. Até acho que. à custa das minhas experiências carnavalescas, me tornei uma pessoa criativa e nada ressabiada. Mas garanto-vos, que um dia que a minha mãe seja velha e esteja num lar, irei fazer questão de participar nas actividades de Carnaval dos velhotes. 
E mascará-la-ei de princesa. Só por causa das tosses.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Depois de anos a chagar a minha melhor amiga da Guiné Bissau...

... que era inadmissível a Guiné ainda não estar quadripolarizada e isto e aquilo. Toma lá disto:


Mantanhas com sabor a mancarra ao Banjai!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...